• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2012.tde-29082012-140320
Documento
Autor
Nome completo
Alessandra Figueiredo de Castro Nassar
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Gregory, Lilian (Presidente)
Gregori, Fabio
Lara, Maria do Carmo Custodio de Souza Hunold
Piatti, Rosa Maria
Sucupira, Maria Claudia Araripe
Título em português
Desenvolvimento de ensaio imunoenzimático (ELISA) indireto na detecção de anticorpos anti-Corynebacterium pseudotuberculosis em ovinos (Ovis aries, Linnaeus, 1758)
Palavras-chave em português
C. pseudotuberculosis
Cultivo microbiológico
ELISA
Ovino
PCR
Resumo em português
A linfadenite caseosa é uma doença infectocontagiosas, de ocorrência mundial, que acomete caprinos e ovinos, caracterizada pela formação de abscessos em gânglios linfáticos superficiais, e alguns casos órgãos e linfonodos internos. É uma enfermidade causada pelo Corynebacterium pseudotuberculosis, responsável por grandes perdas econômicas na caprinocultura e ovinocultura. O presente trabalho teve por objetivo desenvolver um teste sorológico sensível e específico para detectar anticorpos anti-C. pseudotuberculosis em ovinos. Os animais foram classificados em dois grupos, com sintomatologia aparente para linfadenite caseosa (n=103) colhidos a campo, onde foram coletados amostras de soro e punção de linfonodos aumentados; e animais sem sintomatologia aparente (n=50) dos quais as amostras de soro e fragmentos de pulmão e linfonodo mediastínico foram colhidos em frigorífico. Em ambas as amostras a confirmação da presença e ausência da doença foi realizada através das provas de cultivo microbiológico e PCR, considerados nesse estudo como padrão para classificação dos animais. O resultado do cultivo microbiológico dos animais com sintomatologia aparente foi 53,5% (55/103) identificadas como C. pseudotuberculosis através de provas bioquímicas, e com a utilização da PCR, 46,5% (48/103) das amostras foram positivas para C. pseudotuberculosis. Com relação aos animais sem sintomatologia aparente, todas as amostras foram negativas no cultivo microbiológico e PCR (0/50). Na padronização do ELISA indireto foram utilizados 42 soros positivos e 43 soros negativos confirmados no cultivo microbiológico e PCR para linfadenite caseosa. A média de absorbância foi 1,88 com desvio padrão de 0,43, para as amostras positivas e, para as amostras negativas a média de 0,71 e desvio padrão 0,18. Dessa forma foram consideradas positivas, as amostras que apresentaram na reação de ELISA valor da DO> 1,1 e negativas de <1,1. A análise gráfica empregada no presente trabalho, curva ROC, permitiu encontrar o valor do ponto de corte associado à combinação dos parâmetros de sensibilidade e especificidade, assim, a acurácia do teste pôde descriminar indivíduos doentes de não doentes. A utilização de técnicas sorológicas no diagnóstico da linfadenite caseosa permitirá o controle epidemiológico da doença, porém não substitui o cultivo microbiológico, técnica considerada padrão ouro, e pode ser utilizada como teste de triagem ou mesmo na comercialização de animais, visto que a doença muitas vezes é de caráter inaparente, o que inviabiliza o diagnóstico clínico e microbiológico.
Título em inglês
Development of indirect enzyme linked immunosorbent assay (ELISA) for detection of antibodies against Corynebacterium pseudotuberculosis in sheep (Ovis aries, Linnaeus, 1758)
Palavras-chave em inglês
C. pseudotuberculosis
ELISA
Microbiological culture
PCR
Sheep
Resumo em inglês
Caseous lymphadenitis is an infectious disease of worldwide occurrence that affects sheep and goats, characterized by the formation of abscesses in superficial lymph nodes, and sometimes internal organs and lymph nodes. It is caused by Corynebacterium pseudotuberculosis, responsible for great economic losses in goat and sheepproduction. This study aimed to develop a sensitive and specific serological test to detect anti- C. pseudotuberculosis in sheep. The animals were divided into two groups, the first one encompassing the ones with apparent caseous lymphadenitis symptoms (n = 103), where serum samples and puncture of enlarged lymph nodes were collected, and the second one with animals with no apparent symptoms (n = 50) of which samples (lung fragments, serum and and mediastinal lymph nodes) were inspected and harvested in the slaughterhouse. In both groups the presence and absence of the disease was carried through the evidence of microbiological culture and PCR, considered as the standard for the groups classification. Microbiological culture results of animals with apparent symptoms was 53.5% (55/103) identified as C. pseudotuberculosis by biochemical tests, and allied to PCR, 46.5% (48/103) of the samples were positive for C. pseudotuberculosis. Regarding animals without apparent symptoms, all samples were negative in microbiological culture and PCR (0/50). For the standardization of indirect ELISA we used 42 positive sera and 43 negative sera confirmed by microbiological culture and PCR for caseous lymphadenitis. The mean absorbance was 1.88 with standard deviation of 0.43 for the positive samples, and for negative samples the average was 0.71 and standard deviation 0.18. Thus we considered as positive, the samples with DO value > 1.1 and negative <1.1. The graphical analysis employed in this study, ROC curve, allowed us to find the cutoff value allied to the association of sensitivity and specificity parameters, thus the test accuracy was able to discriminate sick from not sick individuals. The use of serological techniques for the diagnosis of caseous lymphadenitis will allow the epidemiological control of the disease, but does not replace the microbiological culture, considered as the gold standard technique, and can be used as a screening test or animals trade, since the disease condition often is unapparent, which derails the clinical diagnosis and microbiological.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-09-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.