• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2006.tde-15062007-155545
Documento
Autor
Nome completo
Neimar Vanderlei Roncati
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Fernandes, Wilson Roberto (Presidente)
Baccarin, Raquel Yvonne Arantes
Belli, Carla Bargi
Gomes, Cristina de Oliveira Massoco Salles
Lessa, Daniel Augusto Barroso
Título em português
Ocorrência de Theileria equi congênita em potros Puro Sangue Lusitano no Brasil, diagnosticada através da técnica de RT-PCR
Palavras-chave em português
Theileria equi
Babesia equi

Babesiose
Congênita
RT-PCR
Transmissão transplacentária
Resumo em português
Para determinação da ocorrência de transmissão transplacentária da Theileria equi em neonatos eqüinos foram avaliados 50 potros da raça Puro Sangue Lusitano, machos e fêmeas, bem como suas respectivas mães, logo após o parto. Foram colhidas amostras de sangue total, tanto das mães como dos neonatos, entre as primeiras cinco horas pós parto para pesquisa de Theileria equi e Babesia caballi através da técnica de RT-PCR. Utilizou-se o kit de detecção baseado no fluofóro intercalante de DNA SYBERgreen. Um total de 46% das éguas apresentaram resultado positivo para Theileira equi e 54% se mostraram negativas, enquanto que 66% dos potros apresentaram resultados positivos e 34% negativos, sendo que 73,9% dos potros positivos nasceram de mães também positivas. Já para Babesia caballi, 16% das éguas foram positivas e 84% negativas, assim como 2% dos potros foram positivos e 98% negativos. O teste de RT-PCR é bastante sensível e específico, mas pode resultar em falso negativo, apesar de ser eficaz na detecção da Theileria equi e Babesia caballi nos eqüinos. Estes dados permitem concluir que existe a possibilidade de transmissão transplacentária de Theileria equi.
Título em inglês
Occurrence of congenital Theileria equi in Lusitano foals through RT-PCR detection
Palavras-chave em inglês
Theileria equi
Babesia equi

Babesiosis
Congenital
RT-PCR
Transplacentary transmission
Resumo em inglês
The occurrence of transplacentary transmission of Theileria equi in horses was determined by evaluating 50 young male and female horses of the breed Lusitano Horses as well as their respective mothers. Colts and fillies were evaluated as soon as they were born. Total blood samples were collected from both mother and offspring within the first five hours right after the parturition to analyse Theileria equi and Babesia caballi through the RT-PCR technique. It was used the kit of detection based on DNA SYBERgreen. This study showed us that 46% of the female horses had positive results for Theileira equi and 54% negative results while 66% of the male horses had positive results and 34% of them, negative ones. Moreover, 73.9% of the positive young horses also had their mothers positive. However, for Babesia caballi 16% of the female horses had positive results and 84% negative ones while 2% of the male horses had positive results and 98%, negative ones. The RT-PCR test is very sensitive and specific but it can occur false-negative results although it is efficient in detecting Theileria equi and Babesia caballi in horses. In conclusion, the data show us that there is a possibility of transplacentary transmission of Theileria equi.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-06-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.