• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2005.tde-15042008-140504
Documento
Autor
Nome completo
Celso Akio Maruta
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Ortolani, Enrico Lippi (Presidente)
Birgel Júnior, Eduardo Harry
Gacek, Francisco
Lisbôa, Júlio Augusto Naylor
Magalhães, Maria Claudia Araripe Sucupira
Título em português
Perfil metabólico e ruminal de garrotes submetidos às condições de alimentação normal, jejum e realimentação
Palavras-chave em português
Bovinos
Jejum
Perfil metabólico
Perfil ruminal
Realimentação
Resumo em português
Estudou-se o efeito da alimentação, do jejum e da realimentação sobre o perfil metabólico e ruminal de bovinos em crescimento. Para tal, empregaram-se 12 garrotes mestiços, com cerca de 300 kg, obtendo-se amostras de sangue e fluido ruminal no decorrer dos seguintes períodos: 11 horas de alimentação normal (período pós-prandial), 48 horas consecutivas de jejum alimentar, seguida de 48 horas de realimentação. Comparado com o período pós-prandial, o jejum provocou as seguintes modificações: moderada hipoglicemia; acompanhada por marcante lipólise, detectada pelo aumento nos teores plasmáticos de ácidos graxos livres; ausência de lipidose hepática, visto que não ocorreram alterações na atividade da aspartato aminotransferase e nos teores de colesterol sérico; discreta cetogênese, confirmada pela pequena elevação de β-hidroxibutirato; e certo grau de proteólise, verificado pelo aumento dos teores de uréia sérica e da excreção urinária de uréia. Nesse mesmo período ocorreu uma ligeira hipovolemia, caracterizada pelo aumento no déficit de volume intravascular. Este quadro metabólico verificado durante o jejum foi completamente revertido durante a realimentação, com exceção da proteólise que foi temporariamente maior. O jejum provocou notável modificação no perfil ruminal: intensa elevação no pH do fluido; diminuição marcante na flora e fauna que foi detectada, respectivamente, pela menor quantidade de matéria seca bacteriana e expressiva redução no número de protozoários; notória elevação no tempo de redução do azul de metileno; queda no índice de excreção urinária de alantoína, contudo sem alteração no índice de excreção urinária de ácido úrico. A realimentação promoveu completa e rápida recuperação das variáveis do perfil ruminal, com exceção do número de protozoários, que embora tenha se elevado, não atingiu os valores basais. A prova de redução de azul de metileno apresentou alta correlação positiva (r = 0,89) com a quantidade de matéria seca bacteriana. Devido à facilidade, rapidez e praticidade de ser conduzida e a alta sensibilidade indica-se a prova de redução do azul de metileno como teste de eleição na análise do perfil ruminal.
Título em inglês
Ruminal and metabolic profile of fed, fasted and reefed steers
Palavras-chave em inglês
Bovine
Fasted
Metabolic profile
Reefed
Ruminal profile
Resumo em inglês
The effect of feeding, fasting and refeeding on metabolic and ruminal profile of steers was studied. Thus, blood and ruminal samples were drawn of twelve 300 kg crossbred steers throughout three different periods: 11 hour during normal feeding, 48 hour of fasting followed by the same time of refeeding. The fasting caused a moderate hypoglycemia, followed by marked lipolysis, detected by the high plasma free fatty acid concentration, but there was no evidence of hepatic lipidosis, since there were no changes in the activity of aspartate aminotransferase and serum cholesterol levels; a discrete ketogenesis occurred as there was a slight increase in the β-hidroxibutirate concentration; proteolysis were detected by the increase of serum and urinary excretion of urea. During the fasting the animals developed a slight hypovolemia detected by the increase of the plasma volume deficit. These metabolic changes were completely reversed during the refeeding, but the proteolysis had a temporary increase. The fasting gave rise to deeply changes in the ruminal profile, such as: increase in the rumen pH, reduction the number of rumen protozoa and bacteria, as seen by the low bacteria dry matter; increase in the methylene blue reduction time and lowering of the urinary excretion of allantoin, but no changes were seen in the uric acid urinary level. The refeeding made the rumen status return to normal, but the protozoa number that despite a slight increase was very far away from the basal standard. There was a high (r = 0.89) positive correlation between the methylene blue reduction time and the rumen bacteria dry matter. Due to the easiness, promptness, feasibility, and its high sensibility the methylene blue reduction method should be used to check the ruminal profile.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Celso_Akio_Maruta.pdf (5.13 Mbytes)
Data de Publicação
2008-10-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.