• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2007.tde-30102007-111354
Documento
Autor
Nome completo
Francine Taniguchi Falleiros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2007
Orientador
Banca examinadora
Moretti, Anibal de Sant'Anna (Presidente)
Albuquerque, Ricardo de
Gacek, Francisco
Título em português
Uso de flavorizante, edulcorante e ácido butírico na ração de fêmeas suínas em lactação
Palavras-chave em português
Consumo alimentar voluntário
Fêmea suína
Lactação
Nutrição
Resumo em português
A menor capacidade de consumo voluntário de alimentos das fêmeas atuais pode ser evidenciada na fase de lactação. As fêmeas são mais exigentes nutricionalmente, pois o consumo de ração durante o período de lactação pode se tornar insuficiente para atender às exigências de mantença e máxima produção de leite das porcas. Com isso, o consumo voluntário de ração deve ser estimulado para evitar mínima mobilização de reservas corporais das fêmeas, garantindo assim, maior produção de leite e menor perda de peso das fêmeas até o desmame. O uso de substâncias flavorizantes, edulcorantes e do butirato de sódio estão sendo estudados com o objetivo de estimular o consumo voluntário. O experimento foi conduzido com o objetivo de determinar o consumo voluntário e a performance de 14 fêmeas suínas de primeiro parto em lactação, alimentadas com ração de lactação sem o uso de aditivo (T1) e ração de lactação contendo butirato de sódio (T2), edulcorante (T3) e flavorizante (T4), além do desempenho da leitegada de cada fêmea. As dietas experimentais foram administradas a partir do dia seguinte ao parto, até o dia do desmame. Os parâmetros avaliados nas porcas foram: consumo alimentar voluntário, perda de peso durante a lactação, variação na espessura de toucinho, produção de leite e intervalo desmama-estro subseqüente. O ganho de peso dos leitões foi também analisado. Foi observado maior consumo (P<0,05), pelas fêmeas do tratamento controle (T1) quando comparado com os demais tratamentos (T2, T3, T4). Já em relação à produção de leite, não foi evidenciado efeito significativo para nenhum dos tratamentos (P>0,05), porém observa-se uma diferença numérica entre os tratamentos, favorável ao T2. Quando observado peso e espessura de toucinho na entrada da maternidade e no desmame e o intervalo desmama estro, também não foram observadas diferenças significativas (P<0,05). Quanto ao peso dos leitões não foram evidenciadas diferenças significativas. Assim, a adição de substâncias flavorizantes, edulcorante e butirato de sódio em fêmeas primíparas, nas concentrações utilizadas nesse estudo, não apresentou efeito para nenhuma das variáveis, exceto para o consumo voluntário das fêmeas, de modo que são necessários novos estudos para averiguar a interferência desta suplementação sobre o consumo voluntário de alimentos, levando em consideração as linhagens híbridas existentes no mercado.
Título em inglês
Use of flavor, edulcorant and butyric acid in ration for lactating gilt
Palavras-chave em inglês
Lactation
Nutrition
Satiety
Sow
Voluntary feed intake
Resumo em inglês
Sows of modern genotypes have a lower feed intake, whereas nutritional requirements have increased, especially due to higher number of piglets born per sow and thus to higher milk yield. Especially during lactation, if nutritional demands of sows are not met, a high milk production can lead to a negative energy balance, and thus to both a decrease in body fat reserves and a lower body weight at weaning. An alternative to avoid excessive body reserves depletion is feed supplementation with substances which can increase voluntary feed intake, among them flavors, sweeteners and butyric acid. The aim of this study was to assess the effects of such substances towards voluntary feed intake, milk production and performance of sows, and on litters weight gain, after supplementation of sows feeding during lactation. Fourteen first-parturition sows were allocated in one of the following treatments: feeding without any supplement (T1); supplementation with either butyric acid (T2), sweeteners (T3) or flavors (T4). Experimental diets were given from the day after parturition until the weaning. The following parameters were evaluated in sows: feed intake, loss of weight during lactation, variation of backfat thickness, milk production and weaning-estrus interval. Weight gain of piglets was also recorded. Feed intake of sows allocated at T1 group was higher (P<0.05), in comparison with T2, T3 and T4 groups. There was a trend towards a higher milk production of T2 group, although results were not statistically significant (P>0.05). In conclusion, supplementation of primiparous sows diet with flavours, sweeteners and butyric acid, at least at levels utilized in this study, did not produced any changes on the evaluated parameters, except for the voluntary feed intake of sows. Thus, futher investigations on the effects of those additives on voluntary feed intake and satiety mechanisms of new lineages pigs must be conducted.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-11-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.