• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2006.tde-22032007-111550
Documento
Autor
Nome completo
Edison de Almeida
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2006
Orientador
Banca examinadora
Moretti, Anibal de Sant'Anna (Presidente)
Calderaro, Franco Ferraro
Moreno, Andrea Micke
Título em português
Utilização do probiótico Protexin® em leitões na fase de creche, submetidos ao desafio com Escherichia coli
Palavras-chave em português
Desafio
Integridade intestinal
Leitões desmamados
Microflora intestinal
Probiótico
Resumo em português
O experimento foi realizado na unidade de creche do Laboratório de Pesquisa em Suínos (LPS) da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP), campus de Pirassununga (SP), sendo utilizados setenta e dois leitões recém desmamados (21 dias), com peso médio de 6,5 kg. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, num arranjo fatorial 2 x 2, sendo os fatores: probiótico e desafio, os quais definiram os tratamentos: T 1 - emprego do probiótico, com desafio (CPCD); T 2 - emprego do probiótico, sem o desafio (CPSD); T 3 - ausência do probiótico, com desafio (SPCD); T 4 - ausência do probiótico e sem o desafio (SPSD). As faixas de ganho médio de peso diário consideradas foram: dos 21 aos 35 dias (GMPD 35); dos 35 aos 49 dias (GMPD 49); dos 49 aos 63 dias (GMPD 63) e dos 21 aos 63 dias (GMPD Total). Os leitões foram submetidos ao desafio em sala separada, 14 dias após a distribuição nos tratamentos. O desafio foi realizado com uma amostra de E. coli positiva para as toxinas LT e ST b e para as fímbrias K 88 e F 18. A colheita das fezes foi feita após o desafio, em três períodos (35, 42 e 49 dias de idade dos leitões), para contagem de coliformes fecais, sendo analisadas pelo Laboratório de Sanidade Suína da FMVZ-USP, em São Paulo. A ração oferecida aos leitões foi semelhante à empregada comercialmente nas criações, havendo somente suplementação ou não do probiótico. O experimento avaliou o desempenho dos leitões através do ganho de peso diário (GMPD) e peso (P), acrescido da verificação da consistência das fezes e da contagem de coliformes fecais. Os resultados mostraram interação significativa entre probiótico e desafio quanto ao GMPD 49, indicando nesse período, o ponto de inflexão que caracterizou o início da mudança no comportamento desta variável. Com relação à consistência das fezes, o probiótico agiu reduzindo o percentual de fezes cremosas, confirmando sua ação protetora da mucosa intestinal, reduzindo a perda de líquido e, conseqüentemente, a diarréia. Além de atuar melhorando os parâmetros relativos ao desempenho e à consistência das fezes, a utilização do probiótico promoveu uma alteração na contagem de E. coli, reduzindo-a para um valor inferior, 14 dias após o desafio, reforçando assim a sua ação benéfica junto á manutenção da integridade intestinal
Título em inglês
Use of the probiotic Protexin® in nursery piglets facing a challenge with Escherichia coli
Palavras-chave em inglês
Challenge
Intestinal integrity
Intestinal micro flora
Probiotic
Weaned piglets
Resumo em inglês
The experiment was conducted in the nursery unit at the Swine Research Laboratory from the FMVZ, University of São Paulo, Pirassununga campus, where we used 72 piglets recently weaned (about 21 days) with the average weight of 6,5 kg. The experiment was outlined in random blocks system, 2 x 2 factorial arrangements, being the factors: probiotic and challenge. The treatment was: T1 ? use of the probiotic, with challenge (CPCD); T2 ? use of the probiotic, without the challenge (CPSD); T3 ? no probiotic, with challenge (SPCD); T4 ? no probiotic and no challenge (SPSD). The intervals of weight daily gain considered were 21 to 35 days (GMPD 35); 35 to 49 days (GMPD 49); 49 to 63 days (GMPD 63) and 21 to 63 days (GMPD Total). The piglets were kept in two different rooms. One of the groups was challenged 14 days after the distribution in the treatments, in a separated room and for the challenge we used a sample of E.coli positive for the toxins LT and ST b and also for the pilli K88 and F18. The samples of feces were collected after the challenge in three periods (35, 42 and 49 days of age of the piglets) and sent to the Swine Health Laboratory at the FMVZ-USP, São Paulo campus, where the count of some species of intestinal bacteria was performed. The feed offered to the piglets was the same used in commercial swine herds. The only difference was the use or not of the probiotic. The experiment evaluated the development of the piglets through the amount of weight (AW) they gained and the average daily gain (ADG) of weight, plus the verification of the consistency of the feces and the count of some intestinal bacteria. The results showed a significant interaction between the probiotic and the challenge, as related to GMPD 49, indicating in this period the point of inflexion that characterized the beginning of the change in behavior of this variable. Analyzing the consistency of the feces we have notice that the probiotic has reduced the percentage of creamy feces, confirming its protective action in the intestinal mucus, reducing the loss of liquid and consequently the diarrhea. Together with the positive effect on the performance, the probiotic reduced the abnormal consistency of the feces, specially the creamy ones, as well as decreased the counting of E.coli 14 days after the challenge, keeping the intestinal integrity
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Edison_A.pdf (371.75 Kbytes)
Data de Publicação
2007-04-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.