• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2005.tde-18092006-104611
Documento
Autor
Nome completo
Ygor Vinicius Real de Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2005
Orientador
Banca examinadora
Santos, Marcos Veiga dos (Presidente)
Gobesso, Alexandre Augusto de Oliveira
Peixoto Júnior, Kleber da Cunha
Título em português
Variantes genéticas de kappa-caseína em vacas leiteiras e características físico-químicas e de composição do leite
Palavras-chave em português
Composição
Kappa-caseína
Leite
Polimorfismo
Vaca leiteira
Resumo em português
Os objetivos gerais do presente estudo foram avaliar o efeito do polimorfismo genético da kappa-caseína, da raça e da estação do ano sobre as características físico-químicas (acidez, pH e crioscopia), composição (gordura, lactose, sólidos totais, contagem de células somáticas, uréia, proteína bruta, proteína verdadeira, nitrogênio não protéico e nitrogênio não caseinoso) e estabilidade do leite. Foram selecionados 11 rebanhos leiteiros comerciais, sendo cinco deles da raça Holandesa e seis da raça Girolanda, dos quais foram amostradas em média 122 vacas em lactação por rebanho, totalizando 1350 vacas amostradas em três períodos: 2 no período seco e 1 no período chuvoso. As vacas selecionadas foram analisadas quanto a composição e propriedades físico-químicas do leite, assim como para a determinação do polimorfismo de kappa-caseína. O presente trabalho foi dividido em dois estudos, no primeiro avaliou-se os efeitos da raça e estação do ano sobre características físico-químicas, composição e estabilidade do leite. Foi observado efeito de raça sobre acidez titulável, pH, lactose, uréia e estabilidade do leite. O efeito de sazonalidade mostrou-se significativo sobre pH, crioscopia, teores de lactose, uréia, proteína bruta, sólidos totais, contagem de células somáticas, proteína verdadeira, caseína, nitrogênio não protéico e estabilidade térmica do leite. Em animais da raça Girolanda, foram observados no período seco maiores teores de sólido totais. O ponto crioscópico do leite sofreu efeito do período de coleta somente em animais da raça Holandesa, onde valores mais altos foram observados durante o período seco. Os teores de lactose apresentaram maiores médias no período seco em animais da raça Holandesa. Os teores de uréia sofreram efeito de raça e período de coleta estudado. A proteína bruta do leite sofreu efeito dos fatores raça e período de coleta, sendo que vacas da raça Holandesa e Girolanda apresentam maiores teores no período seco. A concentração de caseína do leite sofreu efeito significativo do período de coleta. A estabilidade térmica do leite sofreu influência da raça, pois o leite de vacas da raça Holandesa mostraram-se mais estáveis do que os da raça Girolanda. A sazonalidade é um fator determinante para a estabilidade do leite, pois o leite mostrou-se mais estável no período chuvoso que em período seco. No segundo estudo foram avaliados o polimorfismo genético da kappa-caseína em vacas Holandesas e Girolandas e o efeito deste sobre características físico-químicas, de composição e estabilidade térmica do leite. A freqüência do alelo A foi maior do que a do alelo B no que diz respeito ao gene da kappa-caseína. Com relação às características físico-químicas do leite, não houve efeito do polimorfismo do gene da kappa-caseína sobre teores de gordura, sólidos totais, lactose, contagem de células somáticas e uréia do leite. Não foram observados efeitos do polimorfismo genético do gene para kappa-caseína sobre a composição protéica do leite, sendo que teores de proteína bruta, nitrogênio não protéico, nitrogênio não caseinoso e proteína verdadeira não sofrem influência. A estabilidade do leite frente à prova do álcool não sofreu influencia do polimorfismo genético de kappa-caseína
Título em inglês
Kappa-casein polimorphism in dairy cows and, physico-chemical properties and composition of milk
Palavras-chave em inglês
Composition
Dairy cow
Kappa-casein
Milk
Polymorphism
Resumo em inglês
The objective of this study were to determine the effects of kappa-casein gene polymorphisms, breed and season on physical-chemical properties (acidity, pH and cryoscopy), composition (fat, lactose, total solids, somatic cells count, urea, crude protein, true protein, non protein nitrogen and non casein nitrogen) and stability of milk. For this aim 11 dairy herds were selected, six of them composed of Girolando cows and five from Holstein cows, in average milk samples were taken of 112 cows from each herd, collected three times: twice in dry season and once on rainy season. Each cow were analyzed for milk composition, physico-chemical properties, and to determine its kappa-casein polymorphism. This study was divided in two, the first one analyzed possible breed and season effects over milk physico-chemical characteristics, composition and stability. Breed effect was observed over acidity, pH, lactose, urea and milk stability. Season effects was significant for pH, cryoscopy, lactose, urea, CP, total solids, SCC, TP, casein, EqNPN and heat milk stability. In cows Girolando it was observed highest total solids in dry season. Milk cryoscopy had season effects only on Holstein cows, with highest results in dry season. Lactose concentration was greatest in Holstein cow in dry season. Urea concentration showed breed and season effect on this study. Crude protein was affected by breed and season, in dry season the concentration were highest for Holstein and Girolanda. Casein milk concentration demonstrated season effect. Heat milk stability showed breed stability, milk from Holstein cow were more stable that milk from Girolanda cows. Season is a determinant factor for milk stability, milk showed more stable in rainy season than during dry period. The second study analyzed: kappa-casein gene polymorphisms in Holstein and Girolando cows and its effects over milk physico-chemical characteristics, milk composition and milk heat stability. Kappa-casein allele A had a higher frequency, than allele B, in Girolando and Holstein cows in comparison with other polymorphisms. No effect of kappa-casein polymorphism was observed on milk phisico-chemical characteristics and on milk fat, total solids, lactose, SCC, and milk urea. There were no difference for milk protein composition (EqNPN, NCNC, TP, casein and EqNCN) for kappa-casein polymorphism. Milk alcohol stability did not showed effect of gene polymorphism
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-10-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.