• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2005.tde-17042007-152005
Documento
Autor
Nome completo
Otavio José Sirio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2005
Orientador
Banca examinadora
Martins, Maria de Fatima (Presidente)
Ghion, Esleibe
Iyomasa, Mamie Mizusaki
Título em português
Verificação da potencialização do efeito cicatrizante do muco de caracóis do gênero Achatina promovida por dieta à base de Confrei (Symphytum officinale)
Palavras-chave em português
Camundongos
Caracóis terrestres
Cicatrização
Confrei
Muco
Resumo em português
Os caracóis terrestres são animais capazes de produzir através de glândulas localizadas em toda superfície do seu corpo, uma secreção glicoproteica denominada muco, que dentre outras funções, apresenta poder antibacteriano, que pode auxiliar nos processos de reparação de feridas de origens diversas. Desta forma, o objetivo da presente pesquisa foi o de avaliar macroscópica e histologicamente, os efeitos reparadores do muco dos escargots Achatina fulica e Achatina achatina monochromatica, em lesões provocadas na pele de camundongos da linhagem "hairless"; verificar sua potencialização após a ingestão de uma ração contendo em sua formulação uma planta com propriedades cicatrizantes comprovadas, o Confrei (Symphytum officinale); e analisar bioquimicamente a composição do muco destes caracóis. Foram selecionados caracóis das espécies Achatina fulica (n=30) e Achatina monochromatica monochromatica (n=30), retirado seu muco através de estimulação manual da glândula podal e verificação de seu efeito reparador. Utilizaram-se camundongos da linhagem "hairless" (n=75), submetidos à intervenção cirúrgica e tratados com muco de ambas as espécies de caracóis. As características macroscópicas da lesão foram registradas em protocolo e avaliadas. Fragmentos de pele foram submetidos à biópsia aos 3, 5 e 7 dias de experimento, fixados em Paraformoldeído, processados e incluídos em parafina. Os cortes foram corados com Hematoxilina-Eosina e Tricrômio de Mason. Macroscopicamente, os animais tratados mostraram edemas menores, maior presença de crosta e maior contração das bordas das feridas ao final do experimento, quando comparados ao grupo controle. Histologicamente, os grupos tratados também revelaram melhor reparação da lesão, apresentando edemas menos intensos, grandes quantidades de tecido de granulação e infiltrados inflamatórios. O grupo tratado com muco de caracóis alimentados com ração contendo Symphytum officinale foi o que apresentou melhores resultados.
Título em inglês
Investigation on the scar potential effect of mucus in the land snail Achatina fed with a diet based on Comfrey (Symphytum officinale)
Palavras-chave em inglês
Comfrey
Land snails
Mice
Mucus
Scar
Resumo em inglês
Land snails are animals able to produce through glands located all over their body surface, a glycoprotein secretion called mucus. This mucus, within other roles, shows an antibacterial power that can help in the healing processes of wounds from several sources. Therefore, the aim of this study was to evaluate through macroscopic and histological techniques the repairing effects of the mucus in the snails Achatina fulica and Achatina achatina monochromatica in lesions intentionally caused to hairless linage mice skin; to investigate mucus potential effect after snails have been fed with a diet formulation containing a plant with proved scar properties, the Comfrey (Symphytum officinale); and to study the biochemical composition of mucus from these snails. Snails of Achatina fulica (n=30) and Achatina monochromatica monochromatica (n=30) species were sorted, the mucus extracted through manual stimulation of the podal gland and the repairing effect studied. Hairless linage mice (n=75) used in this study went through surgery and then treated with mucus from both species of snails. The macroscopic characteristics of the lesion were recorded and assessed. Fragments of skin were taken to biopsy at 3, 5 and 7 days of trial, fixed in paraformaldehyde, processed and embedded in wax. Sections were stained with Hematoxilin-Eosin and Tricromio of Mason. Macroscopically, treated mice showed minor swelling, higher presence of scabs and higher contraction of wound edges at the end of the trial, when compared with control. Histologically, groups that received treatment also showed better lesion repair, presenting less intense swellings, large amount of scar tissue and inflammatory infiltrates. The group treated with mucus from snails that received a diet containing Symphytum officinale presented the best results.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
OtavioJSirio.pdf (2.02 Mbytes)
Data de Publicação
2007-04-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.