• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2019.tde-05112018-113232
Documento
Autor
Nome completo
Gabriela Geraldi Mendonça
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2018
Orientador
Banca examinadora
Gameiro, Augusto Hauber (Presidente)
Lima, Maria Lucia Pereira
Nunes, Rubens
Título em português
Ganhos econômicos da Integração Lavoura-Pecuária em relação a sistemas de monocultivo
Palavras-chave em português
Análise econômica
Economia de escopo
Sistemas integrados
Viabilidade econômica
Resumo em português
O monocultivo, delineamento da produção agropecuária mais tradicional, desde a Revolução Verde, têm sido relacionado ao desequilíbrio ambiental de ecossistemas, e escassez de recursos naturais. Neste contexto, sistemas integração lavoura-pecuária (ILP) tem se mostrado promissores em relação à benefícios ambientais e produtivos, quando comparada a sistemas de monocultivo. Existe, todavia, poucos trabalhos que abordam os benefícios econômicos potenciais dos sistemas ILP. O objetivo desta dissertação foi desenvolver análise econômica e financeira da produção de milho grão e bovinos de corte em sistemas de monocultivo e ILP. A primeira etapa para o desenvolvimento da pesquisa foi a coleta de dados do projeto intitulado Impacto ambiental, produtividade e viabilidade econômica de sistemas de monocultivo e integrado de lavoura pecuária, financiado pela Fapesp (Processo Nº 2014/24514-6) delineado a partir de seis tratamentos experimentais: T1) Monocultivo de milho grão; T2) Monocultivo Brachiaria brizantha cv. Marandu; T3) Integração entre milho e Brachiaria brizantha cv. Marandu, semeados simultaneamente; T4) Integração entre milho e Brachiaria brizantha cv. Marandu, semeados simultaneamente, com aplicação de herbicida; T5) Integração entre milho e Brachiaria brizantha cv. Marandu, tendo sido o capim semeado na adubação de cobertura do milho; T6) Integração entre milho e Brachiaria brizantha cv. Marandu, semeados simultaneamente, na linha e entrelinha do milho, com aplicação de herbicida. A segunda etapa foi a cálculo dos custos variáveis dos tratamentos experimentais. A terceira etapa consistiu no cálculo do custo total de produção de sistemas de produção representativos comerciais, que replicassem os manejos e tecnologias utilizados nos tratamentos experimentais. A quarta etapa consistiu na análise financeira, tendo sido o valor presente líquido (VPL), a taxa interna de retorno (TIR) e o PayBack os indicadores de tomada de decisão. O software Microsoft Excel® foi utilizado para o cálculo dos custos de produção, construção do fluxos de caixa e estimativa dos indicadores de viabilidade. Os resultados indicaram ganhos econômicos da ILP, em relação ao monocultivo, explicados pela teoria da economia de escopo. As fontes da economia de escopo identificadas nessa pesquisa foram: diluição de custos fixos e complementariedades técnicas compartilhadas. Os custos de produção unitários da lavoura e da pecuária foram menores na ILP do que nos sistemas de monocultivo. Os sistemas ILP e o monocultivo de milho grão foram considerados economicamente viáveis, com base no VPL, TIR e PayBack. O VPL do sistema ILP foi maior do que do sistema de monocultivo de milho, o que demonstrou outro benefício econômico dos sistemas integrados, se comparados ao monocultivo. A pecuária monocultivo foi economicamente inviável, baseado nos mesmos indicadores de viabilidade econômica.
Título em inglês
Economic gains of integrated crop-livestock systems in relation to monoculture systems
Palavras-chave em inglês
Economic analyzes
Economic viability
Economies of scope
Integrated systems
Resumo em inglês
Monoculture farming, the traditional agriculture approach since the Green Revolution, has been associated with the environmental imbalance of ecosystems and with the scarcity of natural resources. Within this context, integrated crop-livestock (ICL) systems have shown to be promising in terms of environmental and productive benefits when compared to monoculture systems. However, few studies have addressed the potential economic benefits of ICL systems. The objective of this dissertation was to perform an economic and financial analysis of corn grain and beef cattle production in monoculture and ICL systems. The first phase of the study consisted of the collection of data from the project entitled Environmental impact, productivity and economic viability of monoculture and integrated crop-livestock systems, financed by Fapesp (2014/24514-6) and designed in six experimental treatments: T1) corn monoculture; T2) Palisade grass (Brachiaria brizantha cv. Marandu) monoculture; T3) corn plus Palisade Grass sown simultaneously; T4) corn plus Palisade Grass sown simultaneously plus herbicide; T5) Palisade grass sown at topdressing corn; T6) Palisade Grass sown at the line and inter-line of corn. In the second phase, the variable costs of the experimental treatments were calculated. The third phase consisted of calculating the total production cost of representative commercial production systems that replicate the managements and technologies used in the experimental treatments. The fourth phase consisted of financial analysis using the net present value (NPV), internal rate of return (IRR), and payback as indicators for decision making. The Microsoft Office Excel software was used for the calculation of production costs, cash flow definition, and estimation of viability indicators. The results indicated economic gains of the ICL system compared to monoculture, explained by the theory of economies of scope. The sources of economies of scope identified in this study were the dilution of fixed costs and shared technical complementarities (fertilizers for example). The unit production costs of livestock and crop were lower in the ICL than in the monoculture system. The ICL systems and corn grain monoculture were considered economically viable based on NPV, IRR, and PayBack. The NPV of ICL systems was bigger than the NPV of corn grain monoculture, which has shown another economic benefit of the integrated systems compared to monoculture. The livestock monoculture system proved to be economically unviable because of the negative NPV and IRR below the minimum attractive rate considered.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.