• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2005.tde-25092007-094759
Documento
Autor
Nome completo
Monica Fagundes de Carvalho Klein-Gunnewiek
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Fernando (Presidente)
Ferreira Neto, José Soares
Homem, Valéria Stacchini Ferreira
Título em português
Proposta de sistema de monitoramento de doenças para animais silvestres e domésticos na Serra do Japi
Palavras-chave em português
Animais silvestres
Doença de animais silvestres
Monitoramento
Serra do Japi
Unidades de conservação
Resumo em português
A necessidade de investigar a relação entre as doenças de animais domésticos e animais silvestres da fauna brasileira motivou a realização deste trabalho. Tais doenças podem afetar de forma irreversível populações de espécies silvestres e, sobretudo comprometer do ponto de vista sanitário, produtivo e comercial a criação de animais domésticos de produção. A nova concepção da Organização Mundial de Saúde Animal sobre a importância da introdução das espécies silvestres nos sistemas de vigilância de doenças notificáveis, o significativo aumento de eventos de doenças emergentes cujo reservatório é um animal silvestre e a necessidade de preservação da nossa biodiversidade levou ao estudo de um modelo teórico de sistema de monitoramento de doenças de animais silvestres e domésticos em uma unidade de conservação de uso sustentável. Setenta por cento das unidades de conservação criadas pelo Estado de São Paulo são de uso sustentável. Como ali a permanência de residentes é permitida, acredita-se que o desafio da convivência entre seres humanos, animais domésticos e silvestres é ainda maior. Além disso, a corrente neo conservacionista atual tende a defender a permanência de comunidades tradicionais em áreas naturais protegidas. Com todos esses fatores, decidiu-se tomar como modelo de estudo a unidade de conservação de uso sustentável da Serra do Japi, pois ela constitui uma área de transição de ecossistemas e, portanto, possui uma riquíssima fauna e mais de 100 propriedades rurais com criação de animais domésticos. Inicialmente, a estratégia foi fazer um diagnóstico da situação sanitária dos animais domésticos de produção e ao mesmo tempo analisar as possibilidades de implantação de um monitoramento das doenças de animais silvestres e domésticos na Serra do Japi. O grande desafio identificado no estudo foi definir a metodologia a ser empregada para que seja possível estabelecer uma rotina de coleta de amostras e introduzi-las em um sistema de monitoramento permanente visando posteriormente a criação de um sistema de vigilância. Outro desafio será reunir entidades afins, porém heterogêneas em sua concepção e organização, com o propósito de tornar factível a implantação de um sistema futuro de vigilância de doença de animais silvestres para o Estado de São Paulo. Tal situação sugere-nos a imprescindível necessidade de regulamentar uma parceria entre o serviço veterinário oficial e demais serviços ligados à saúde animal e ao meio ambiente e organizações não governamentais. A sorologia para brucelose nos animais domésticos da região foi negativa para todas as amostras. Enquanto a prevalência para leptospirose foi de 43,4% [37,5-49,4] para bovinos e 63, 7 % [57, 3-70, 5] para equinos.
Título em inglês
Proposal for a disease monitoring system for wild and domestic animals in the Japi Mountain Range
Palavras-chave em inglês
Conservation areas
Japi mountain range
Monitoring
Wild animal
Wild animal diseases
Resumo em inglês
What motivated the accomplishment of this work was the need to investigate the link between wild and domestic animals diseases of the Brazilian fauna. Such diseases can irreversibly affect the wild species populations and especially compromise (from the sanitary, productive and commercial point of view) the breeding of domestic production animals. The new concept of the World Animal Health Organization regarding the inclusion of wild species in the health surveillance systems, the significant increase of new cases of diseases which originated from wild species and also the need to preserve our biodiversity led to the study of a theoretical model of a disease monitoring system for wild and domestic animals in a conservation area of sustainable use.Seventy percent of the conservation areas established by the São Paulo State are of sustainable use. Since human beings are allowed to reside in these sites, the challenge of the coexistence among human beings, wild and domestic animals is even greater. Besides that, the modern neo-conservationist current tends to defend the permanence of traditional communities in natural areas which are protected. Taking these factors into account, we decided to use as a study model the conservation area of sustainable use in the Japi Mountain Range, since it is an area of ecosystem transition and; thus, it has an invaluable fauna and it has more than 90 rural properties which raise domestic animals. At first, the strategy was to make a diagnostic of the sanitary situation of domestic production animals and at the same time to analyze the means for implanting a disease monitoring system for wild and domestic animals in the Japi Mountain Range.The great challenge identified in this study was to define the methodology to be employed in order to establish a routine of collection of samples and to introduce them in a permanent monitoring system so that later a surveillance system could be created. Another challenge was to bring together entities, which were similar but at the same time heterogeneous in its organization and conception, in order to make the implantation of a future disease monitoring system for wild animals in the State of São Paulo feasible. Such situation indicates that there would be a need to have a partnership among the official veterinary services, other services related to animal health, and with environmental and nongovernmental agencies. The serology for undulant fever (brucellosis) in domestic animals in the region was negative in all samples. While the prevalence of leptospirose was of 43, 4% [37.5 - 49, 4] for bovine and 63, 7 % [57, 3-70, 5] for equine.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-09-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.