• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2005.tde-23082007-141648
Documento
Autor
Nome completo
Andrea Giannotti Galuppo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
D'Angelo, Magali (Presidente)
Pinheiro, Eliana Scarcelli
Richtzenhain, Leonardo José
Título em português
Avaliação da sensibilidade de zigotos murinos à Brucella abortus para o estabelecimento de um modelo experimental em estudos de interações embriões-patógenos
Palavras-chave em português
Brucelose animal
Embrião
Modelos animais
Reprodução animal
Resumo em português
Os objetivos desse trabalho foram avaliar in vitro a sensibilidade de zigotos murinos à Brucella abortus, assim como a eficácia das lavagens seqüenciais e do tratamento com tripsina, padronizados pela International Embryo Transfer Society, na sua remoção e/ou inativação, a fim de estabelecer um modelo acessível para o estudo de interações embriões-patógenos. Para a coleta dos zigotos, foram utilizados camundongos fêmeas (Swiss Webster), púberes, nulíparas, 6-8 semanas de idade, acasaladas com machos inteiros da mesma linhagem, após superestimulação ovariana. Para a infecção foi utilizada a bactéria B.abortus 1119.3. A suspensão de bactérias foi preparada no momento da inoculação, na diluição de 106 bactérias/ml. Os zigotos obtidos foram separados em controle e infectados. A infecção dos zigotos foi feita com 30µl da suspensão de bactérias, e após 24h e 96h foram analisados quanto à morfologia e taxa de clivagem. Os procedimentos de lavagem seqüencial e tratamento com tripsina foram realizados após 24h. Para detecção da bactéria após os procedimentos de lavagem, as amostras foram inoculadas em cultura de bactérias e submetidas ao teste de reação em cadeia pela polimerase (PCR). Uma amostra da última gota de lavagem de cada grupo também foi testada. Para analise estatística dos resultados foi utilizado o teste do χ2. No grupo controle não foram verificadas alterações morfológicas, já no infectado foi possível verificar a presença de blastômeros irregulares, falha de divisão, citoplasma com granulação e aspecto degenerativo. As taxas de clivagem obtidas foram de 77,4% (controle) e 59,2% (infectados) (χ2 de 0,001674; p<0,05) após 24h e após 96h de infecção 14,5% (controle) e 7% (infectados) (χ2 de 0,141616; p<0,05). Não foi possível isolar B.abortus em cultura após os procedimentos de lavagem para ambos os grupos. As amostras do grupo controle apresentaram-se negativas na PCR. Já no grupo infectado foram obtidos resultados positivos e negativos, para os embriões e para a alíquota da última gota de lavagem dos grupos tratados com a lavagem seqüencial. Foi verificada apenas em uma amostra a presença de embriões positivos para a B.abortus com amostra da última gota de lavagem negativa. Para outras duas amostras os embriões apresentaram-se livres de B.abortus, mas foram detectadas na alíquota da última gota de lavagem. Apenas em uma amostra foram obtidos resultados negativos tanto para os embriões, quanto para o meio de lavagem. Os resultados da PCR para os grupos infectados tratados com tripsina foram positivos para praticamente todas as amostras, contendo embriões ou apenas da alíquota da última gota de lavagem, com exceção dos embriões de uma amostra que apresentaram-se negativos. As novas tecnologias desenvolvidas em reprodução animal promovem manipulação invasiva do embrião. Portanto, tratamentos preconizados para a remoção de patógenos podem não ser eficazes. O risco a ser considerado é da presença de patógenos associados à zona pelúcida ou nas proximidades, que possam ser introduzidos, ou ter sua entrada facilitada no embrião. Considerando os dados apresentados, torna-se clara a importância do desenvolvimento de um modelo animal para estudos de interações embriões- patógenos, a fim de se evitar a transmissão e disseminação de doenças.
Título em inglês
Sensibility evaluation of mouse zygotes to Brucella abortus for establishment of an experimental model to pathogen-embryo interaction studies
Palavras-chave em inglês
Animal brucelosis
Animal model
Animal reproduction
Embryos
Resumo em inglês
The aim of this study was evaluate in vitro mouse zygotes sensitivity to Brucella abortus, such as the embryo washing procedure and trypsin treatment, recommended by the International Embryo Transfer Society, efficacy in its removal and/or inactivation, with the purpose of established an accessible model for embryo- pathogen interaction studies. The female mice (Balb C) aging 6 to 8 weeks were superovulated and matted with fertile males of the same strain, then the zygote retrieval was performed. The bacterial suspension was prepared in the moment of inoculation and the dilution was 106 brucellas/ml. The zygotes were divided in control and infected groups (30µl of the bacterial suspension); after 24h and 96h their morphology and viability were analised. The zygotes of each group were washed sequentially or treated with trypsin after 24h exposition. To verify the presence of B. abortus pos-washing the zygotes and a sample of the last wash drop of each group were tested on bacterial culture system and polimerase chain reaction (PCR). The statistical analyses was performed with the χ2 test. Morphological changes were not observed at the control group, but the infected one presented irregular blastomeres, clivage defective, granular cytoplasm with degenerative like morphology. The clivage rates were 77,4% (control) and 59,2% (infected) (χ2 de 0,001674; p<0,05) after 24h and after 96h 14,5% (control) e 7% (infected) (χ2 de 0,141616; p<0,05). Our results showed that the bacterial culture presented negative growing for all groups tested. The control group presented only negative results on PCR analyses. The infected group presented positive and negative results on PCR, for embryos or last wash drop sample, submitted to the sequential washing procedure. Positive embryos were found in just one sample with the last wash drop negative. To two other samples embryos presented negative PCR results but positive at the last wash drop. Negative results for embryos and last wash drop was found in just one sample. The PCR results for the groups treated with trypsin were almost all positives, for embryos or last wash drop samples, except one embryo sample that presented negative. The recent developed reproductive technologies promote excessive manipulation of the embryo. Therefore, preexistent procedures for microorganisms' removal could not be efficient. The preeminent risk to be considered here is the potential or probability of the presence of pathogens associated with or in proximity to the zona pelúcida, which could be introduced, or facilitated its entrance on embryo. According to the data presented become clear the importance of develop a model for studies of embryo- pathogen interactions, with the aim of avoid disease transmission.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-02-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.