• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2009.tde-23042009-101031
Documento
Autor
Nome completo
Karina de Senna Villar
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Fernando (Presidente)
Ferreira Neto, José Soares
Pozzetti, Patricia Silvia
Título em português
Caracterização epidemiológica da brucelose bovina no Estado de Rondônia
Palavras-chave em português
Bovinos
Brucelose
Fatores de risco
Prevalência
Rondônia. Brasil
Resumo em português
Perante a importância do Programa Nacional de Controle Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PNCEBT) para as cadeias produtivas de carne e leite, para os consumidores de produtos de origem animal, para a imagem que o país projeta nos mercados mundiais e tendo em vista os altos custos inerentes aos procedimentos necessários para se atingir os objetivos do programa, faz-se necessária à realização de estudos que visem elucidar a situação epidemiológica da brucelose no plantel bovino nacional, incluindo-se o rebanho rondoniense, objetivando-se a escolha de condutas e estratégias adequadas e criação de um mecanismo racional de verificação da efetividade das ações implementadas em cada região produtora. Como conseqüência, foi composta uma parceria envolvendo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e o Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal da FMVZ-USP para promover a condução de estudos soroepidemiológicos nos Estados. O Estado de Rondônia foi dividido em três regiões homogêneas (circuitos produtores de bovinos), as quais foram caracterizadas epidemiologicamente e onde foram realizados estudos de prevalência. Os resultados indicaram uma prevalência aparente de 34,57% [31,49; 37,65], sendo a prevalência aparente por circuito: circuito 1, 41,48% [35,95; 47,18], no circuito 2, 31,70% [26,52; 37,24] e no circuito 3, 31,61% [26,47; 37,11].A prevalência de fêmeas com idade igual ou superior a 24 meses soropositivas no Estado foi de 6,22% [4,88-7,56]. A prevalência de fêmeas com idade igual ou superior a 24 meses soropositivas por circuito foi: circuito 1 8,33% [5,90-10,76%], circuito 2, 5,95% [4,30-7,61%], circuito 3, 4,60% [2,54-6,65%]. A alta prevalência dos focos apresenta-se distribuída de maneira homogênea entre os circuitos. Os fatores de risco associados à condição de foco foram: histórico de aborto OR= 1,42 [1,04-1,95] e exploração de corte OR= 1,75 [1,30-2,38]. Faz-se importante ressaltar que o presente estudo é inédito para a Unidade Federativa e o conhecimento da situação inicial permitirá acompanhar o andamento do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PNCEBT) e julgar a necessidade de promover correções, evitando o desperdício de tempo e recursos.
Título em inglês
Epidemiological characterization of bovine brucellosis in the state of Rondonia
Palavras-chave em inglês
Brazil
Brucellosis
Cattle
Prevalence
Risk factors
Rondônia
Resumo em inglês
Given the importance of the National Program for Control Eradication of Brucellosis and Tuberculosis (PNCEBT) for the production chains of meat and milk to consumers of products of animal origin, for the image that the country designs on world markets and in view of the high costs related to the procedures necessary to achieve the objectives of the program, it is necessary for studies designed to clarify the epidemiological situation of brucellosis in cattle national squad, including the herd Rondoniense, aiming to be the choice of pipelines and strategies creation of an appropriate and rational mechanism for verifying the effectiveness of actions implemented in each producing region. As a result, a partnership was formed involving the Ministry of Agriculture, Livestock and Supply (MAPA) and the Department of Preventive Veterinary Medicine and Animal Health of FMVZ-USP.O State of Rondonia was divided into three homogeneous regions (circuit producers of cattle) which were characterized and where epidemiological studies have been performed prevalence. Os results indicated an apparent prevalence of 34,57% [31,49,- 37,65] and the prevalence of apparent circuit: circuit 1, 41,48% [35,95; -47,18] in circuit 2, 31,70% [26,52, -37,24] and the circuit 3, 31.61% [26.47, -37.11]. The prevalence of females aged more than 24 months seropositive in the state was 6,22% [4, 88-7, 56]. The prevalence of females aged more than 24 months was seropositive for circuit: circuit 1 8.33% [5,90-10,76%], circuit 2, 5,95% [4,30-7,61% ], circuit 3, 4,60% [2,54-6,65%]. The high prevalence of outbreaks appears to be distributed uniformly between the circuits. The risk factors associated with the condition of focus were: a history of abortion [OR = 1.42, (1,04-1,95)] and exploration of cutting [OR = 1.75, (1,30-2,38 ). It is important to note that this study is unprecedented for the Federal Unit and a knowledge of the initial situation will monitor the progress of the National Program for Control and Eradication of Brucellosis and Tuberculosis (PNCEBT) and judge the need to promote correction, avoiding the waste of time and resources.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-05-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.