• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2010.tde-23032011-131635
Documento
Autor
Nome completo
Michelle Klein Sercundes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Soares, Rodrigo Martins (Presidente)
Brandão, Paulo Eduardo
Souza, Silvio Luís Pereira de
Título em português
Filogenia molecular de protozoários pertencentes à sub-família Toxoplasmatinae pela análise de genes mitocondriais e de apicoplasto
Palavras-chave em português
Apicoplasto
Extracromossomal
Filogenia
Mitocondrial
Toxoplasmatinae
Resumo em português
Os membros da sub-família Toxoplasmatinae conhecidos são Hammondia hammondi, Toxoplasma gondii, Neospora hughesi, Neospora caninum, Hammondia heydorni e Besnoitia spp. Os cães (e provavelmente outras espécies de canídeos) são hospedeiros definitivos de N. caninum e H. heydorni. Os oocistos destas espécies de coccídios são morfologicamente indistinguíveis de forma que o diagnóstico coprológico diferencial entre os dois agentes é virtualmente impossível, se utilizadas metodologias convencionais de diagnóstico. Situação análoga é verificada com os gatos (e outras espécies de felídeos) com relação à infecção por T. gondii e H. hammondi. O objetivo deste trabalho foi propor a reconstrução filogenética de protozoários pertencentes à sub-família Toxoplasmatinae pela análise de seqüências de nucleotídeos de genes mitocondriais e de apicoplasto. Foram empregadas seqüências gênicas de CytB mitocondrial e de dois genes de apicoplasto, o gene codificador da subunidade beta de RNA polimerase DNA dependente (RpoB) e o gene codificador de proteína caseinolitica (ClpC). Pelas análises filogenéticas e de variabilidade nucleotídica e de aminoácidos, verifica-se que a espécie H. heydorni é eqüidistante de todas as outras espécies de toxoplasmatineos. Os posicionamentos relativos dos gêneros Toxoplasma, Neospora e Hammondia nas árvores filogenéticas não foram congruentes em todas as reconstruções, pois dependendo dos táxons que são empregados como grupos externos, as topologias das reconstruções variam e os clados formados são estatisticamente pouco suportados. Assim, a reconstrução de topologias produzindo com ramos curtos que derivam nós de baixo suporte estatístico, somado à eqüidistância evolutiva entre os táxons avaliados (Neospora spp., H. heydorny e T. gondii) permite supor que uma politomia consistente explicaria a evolução para estes organismos, ou seja, a resolução para o posicionamento relativo entre estes táxons poderia ser resultado de evolução radiada. Os genes de organelas mostraram-se mais conservados em relação aos genes nucleares. Embora os genes de apicoplasto possam ser mais conservados que genes nucleares, eles parecem ter relações entre substituições não sinônimas e substituições sinônimas consideravelmente superiores àquelas de genes nucleares e mitocondriais, o que pode indicar que os produtos gênicos estejam sendo submetidos a pressão seletiva positiva. No caso dos genes mitocondriais e nucleares, é possível supor que os mesmos estejam submetidos à pressão seletiva negativa, indicando que as substituições tendem a ser deletérias aos organismos e por isso as mudanças nos produtos gênicos devam ser menos freqüentemente registradas. Ainda, a variabilidade em sítios não sinônimos é consideravelmente superior para seqüências de apicoplasto em relação às demais, particularmente no caso das seqüências RpoB. Também em termos de variabilidade em sítios não sinônimos, percebe-se que as seqüências de genes de apicoplasto de H. heydorni são tão distintas das de T. gondii quanto de N. caninum. Nas análises realizadas com genes de apicoplasto, é marcante a divergência entre as duas linhagens de H. heydorni. Vale ressaltar que as diferenças genotípicas entre as duas linhagens de H. heydorni são maiores que as diferenças entre as duas espécies reconhecidas de Neospora, indicando que as duas linhagens de H. heydorni poderiam ser classificadas como duas espécies distintas, se apenas critérios de evolução molecular fossem considerados.
Título em inglês
Molecular phylogeny in protozoan of the subfamily toxoplasmatinae based on genes of mitocôndria and apicoplasto
Palavras-chave em inglês
Apicoplast
Extacromossomal
Mitochondrial
Phylogeny
Toxoplasmatinae
Resumo em inglês
The known members of the sub-family Toxoplasmatinae are Hammondia hammondi, Toxoplasma gondii, Neospora hughesi, Neospora caninum, Hammondia heydorni and Besnoitia spp. Dogs (and probably other species of dogs) are definitive hosts of N. caninum and H. heydorni. The oocysts of coccidia of these species are morphologically indistinguishable and the coprological differential diagnosis between the two agents is virtually impossible if used conventional methods of diagnosis. Similar situation is observed with the cats (and other species of felids) with respect to T. gondii and H. hammondi. The objective of this study was to propose a phylogenetic reconstruction of protozoa belonging to the subfamily Toxoplasmatinae by analyzing nucleotide sequences of mitochondrial genes and apicoplast. We used gene sequences of cytochrome b and two apicoplast genes, the gene encoding the beta subunit of DNA dependent RNA polymerase (RpoB) and the gene encoding caseinolitic protein (ClpC). From the phylogenetic analysis and the analysis of nucleotide and amino acids variability, was shown that the species H. heydorni is equidistant from all other species of toxoplasmatineos. The relative positions of the genera Toxoplasma, Neospora and Hammondia in the phylogenetic trees were not congruent in all reconstructions, because the topologies of the reconstructions varies according to the taxons that are used as outgroups and clades are poorly supported statistically. Thus, reconstructions of topologies with short branches that derive to poorly statistical supported nodes, coupled with the evolutionary equidistance between taxa the assessed (Neospora spp. H. heydorni. and T. gondii) suggests that a consistent polytomous evolution would explain the evolution within this group of organisms, namely the the relative placement of these taxa could be the result of a radiated evolution. The genes of organelles were more conserved than nuclear genes. Although the apicoplast genes may be more conserved than nuclear genes, they have the ratio between non-synonymous substitutions and synonymous substitutions considerably higher than those of nuclear and mitochondrial genes, which may indicate that the gene products are being subjected to positive selective pressure. In the case of nuclear and mitochondrial genes, it is possible to assume that they are subject to negative selective pressure, indicating that the substitutions are likely to be harmful to organisms and therefore changes in gene products to be less frequently recorded. Still, the variability in non-synonymous sites is considerably higher for sequences of apicoplast in relation to others loci, particularly in the case of RpoB sequences. Also in terms of variability in non-synonymous sites, it is observed that the sequences of apicoplast genes of H. heydorni are as different from those of T. gondii as the N. caninum. The analyzes of apicoplast genes revealed a striking divergence between the two strains of H. heydorni. It is noteworthy that the genotypic differences between the two strains of H. heydorni are greater than the differences between the two species of Neospora, indicating that the two strains of H. heydorni could be classified as two distinct species; if solely criteria of molecular evolution were considered.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-04-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.