• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2015.tde-17092015-111748
Documento
Autor
Nome completo
Camila Marinelli Martins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Fernando (Presidente)
Biondo, Alexander Welker
Dias, Ricardo Augusto
Garcia, Rita de Cássia Maria
Souza, Vanessa Aparecida Feijó de
Título em português
Avaliação e proposta de reestruturação do sistema de vigilância da raiva humana, canina e felina no Estado de São Paulo
Palavras-chave em português
AgV-2
Cães
Risco
Resumo em português
O Estado de São Paulo encontra-se em uma situação epidemiológica da raiva humana, canina e felina que permite a declaração de área livre de raiva humana transmitida por cães (AgV-2). Entretanto, a vigilância precisa ser avaliada e capaz de detectar a doença com velocidade e sensibilidade. O objetivo do presente estudo foi avaliar a situação epidemiológica da raiva, o seu sistema de vigilância e propor uma reestruturação com base em vigilância baseada em risco. A situação epidemiológica foi avaliada de maneira descritiva. A avaliação foi realizada com o guia de avaliação de sistemas de vigilância do Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos. A proposta de reestruturação foi realizada com árvores de cenários da sensibilidade do sistema e uma proposição, com cálculos de probabilidade, de amostragem para maximizar tal sensibilidade. A situação epidemiológica mostrou que não houve casos de raiva humana entre 2003 e 2013 e que os casos em cães e gatos são esporádicos, dispersos no tempo e no espaço e ocasionados pelas AgV-3 e AgV-4, não sendo registrados casos pela AgV-2 também há mais de dez anos. Para cães e gatos, a vigilância foi dependente de estrutura específica dos serviços locais para enviar amostras de cérebro para os laboratórios (baixa simplicidade). Os veterinários privados tiveram baixa participação e percepção sobre o sistema (baixa aceitabilidade). A área sem vigilância em cães cresceu 30% entre 2003 e 2013 (baixa representatividade). Recebendo cães com sintomas associados à raiva, 39% dos serviços locais e 72% dos veterinários privados não suspeitaram de raiva em 2012 (baixa sensibilidade). O tempo entre o início dos sintomas e o resultado laboratorial dos cães suspeitos, em 2012 e 2013, foi, em média, 25 dias (baixa oportunidade). Os indicadores mostraram que o sistema tem baixa capacidade de detectar a doença precocemente. Se os esforços de amostragem para vigilância em cães forem direcionados aos animais com sintomas neurológicos (mesmo os inespecíficos de raiva), em ação conjunta entre médicos veterinários privados e serviços locais de controle de zoonoses, a sensibilidade do sistema chegaria ao máximo, utilizando-se da estrutura laboratorial de diagnóstico já existente.
Título em inglês
Assessment and restructure proposal of the surveillance system of human, canine and feline rabies in São Paulo State
Palavras-chave em inglês
AgV-2
Dogs
Risk
Resumo em inglês
The State of São Paulo is in an epidemiological situation of human, canine and feline rabies allowing a declaration of free area of human rabies transmitted by dogs (AgV-2). However, the surveillance needs to be evaluated and be able to detect the disease with speed and sensitivity. The aim of this study was to evaluate the epidemiological situation of rabies and the surveillance system and propose a restructure on a risk-based surveillance strategy. The epidemiological situation was descriptively assessed. The evaluation was performed according to the evaluation guidelines for surveillance systems in public health from the US Center for Disease Control (CDC). The proposed restructure was performed by building scenario trees of the system sensitivity and a proposition, with probability calculations, of sampling to maximize this sensitivity. The evaluation of the epidemiological situation showed no cases of human rabies between 2003 and 2013, cases in dogs and cats were sporadic, dispersed in time and space and occasioned by AgV-3 and AgV-4, cases not reported by AgV-2 for over ten years. For dogs and cats, surveillance was dependent on the specific structure of the local services to send brain samples to laboratories (low simplicity). Private veterinarians had low participation and perception of the system (low acceptability). The area unattended in dogs grew 30% between 2003 and 2013 (low representativeness). Getting dogs with symptoms associated with rabies, 39% of local and 72% of private veterinarians not suspected of rabies in 2012 (low sensitivity). The time between onset of symptoms and laboratory results from dogs suspected in 2012 and 2013 was on average 25 days (low timeliness). The indicators have shown that the system has low ability to disease detect early. If the sampling efforts for surveillance in dogs were directed to animals with neurological symptoms (even the nonspecific of rabies), a joint action between private veterinarians and local services of zoonoses controls, the system sensitivity could reach the its maximum, using the structure of existing laboratory diagnosis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.