• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2010.tde-15122011-101114
Documento
Autor
Nome completo
Marcello Schiavo Nardi
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Fernando (Presidente)
Galati, Eunice Aparecida Bianchi
Soares, Rodrigo Martins
Título em português
Pesquisa de Leishmania sp. em flebótomos e mamíferos silvestres de fragmentos florestais na região do Pontal do Paranapanema, SP
Palavras-chave em português
Leishmania
Flebotomíneos
Fragmentação florestal
Mamíferos Silvestres
Pontal do Paranapanema
Resumo em português
As alterações ambientais antrópicas são os principais fatores de emergência ou reemergência de doenças infecciosas. A leishmaniose cutânea é uma doença que está relacionada, em caráter epidêmico, com episódios de desmatamento. No entanto, o caráter endêmico da doença ocorre quando o homem se encontra próximo de áreas florestais já colonizadas. O Pontal do Paranapanema é uma área onde ocorreu intenso desmatamento e a mata nativa remanescente está representada pelo Parque Estadual Morro do Diabo e alguns fragmentos florestais. Casos de leishmaniose cutânea em humanos são comuns na região, principalmente em áreas marginais de floresta. O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento da fauna flebotomínica e de mamíferos silvestres potencialmente reservatórios no Parque Estadual Morro do Diabo e alguns fragmentos da região, buscando avaliar se o tamanho do fragmento tem influência na ocorrência das espécies e na freqüência de Leishmania sp, através da técnica da PCR. Foram capturadas 26 espécies de flebótomos e sete espécies de mamíferos silvestres. O gênero Brumptomyia foi predominante em quase todas as áreas florestais, com exceção da borda do Parque, que apresentou dominância de Nyssomyia neivai. Os resultados das análises da PCR demonstraram quatro espécies de mamíferos portadores de Leishmania sp, Akodon cursor, Dasyprocta azarae, Didelphis albiventris e Oligoryzomys sp. As amostras de pools de flebotomíneos apresentaram resultados negativos. Não foi observada diferença significativa na freqüência de mamíferos infectados em relação ao tamanho da área florestal.
Título em inglês
Survey of Leishmania sp in sandflies and mammals in forest fragments in the Pontal of Paranapanema region, SP
Palavras-chave em inglês
Leishmania
Forest Fragmentation
Phlebotomines
Pontal of Paranapanema
Wild Mammals
Resumo em inglês
Anthropogenic environmental changes are the main factors of emergence or reemergence of infectious diseases. Cutaneous leishmaniasis is a disease that is related, in an epidemic form, with episodes of deforestation. However, the endemicity of the disease occurs when the man is close to forest areas already colonized. The Pontal of Paranapanema is an area where massive deforestation has occurred and the remaining native forest is represented by the Morro do Diabo State Park and a few forest fragments. Cases of cutaneous leishmaniasis in humans are common in the region, especially in marginal areas of forest. The aim of this study was a survey of sand flies and mammals potentially reservoirs, in Morro do Diabo State Park and some fragments of the region, seeking to assess whether the fragment size has an influence on species occurrence and frequency of Leishmania, through the PCR technique. We captured 26 species of sandflies and seven species of wild mammals. The genus Brumptomyia was prevalent in almost all forest areas, except the edge of the park, which showed dominance of Nyssomyia neivai. The results of PCR analysis revealed four species of mammals suffering from Leishmania, Akodon cursor, Dasyprocta azarae, Didelphis albiventris and Oligoryzomys sp. Samples of sandfly pools tested negative. There was no significant difference in the frequency of infected mammals in relation to the size of the forest.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-09-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.