• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2015.tde-14092015-112244
Documento
Autor
Nome completo
Tatiana Jimenez Villegas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Ferreira, Fernando (Presidente)
Horta, Mauricio Claudio
Sevá, Anaiá da Paixão
Título em português
Fatores de risco de Leishmaniose Visceral em cães no município de Panorama, Estado de São Paulo, SP, Brasil
Palavras-chave em português
Caso-controle
Fatores de risco
Leishmaniose Visceral canina
Resumo em português
A Leishmaniose Visceral Canina é uma doença na qual o ciclo de transmissão envolve a interação de vetores, parasitas, reservatórios e hospedeiros além de componentes ambientais, sociais, e biológicos, que tornam complexa a compreensão da dinâmica desta doença nas regiões endêmicas. Este estudo epidemiológico transversal de tipo caso controle objetivou a identificação de fatores sociodemográficos, socioeconômicos, ambientais, da dinâmica populacional canina e do estilo de vida dos cães, associados à ocorrência de Leishmaniose Visceral Canina no município de Panorama, estado de São Paulo, Brasil. Para a identificação destes fatores foi realizada um inquérito epidemiológico nos domicílios com cães positivos e negativos a Leishmaniose Visceral diagnosticados por sorologia no anos 2012 e 2013. Mediante um modelo de regressão logística foram considerados como fatores de risco para a ocorrência de Leishmaniose Visceral Canina: cães não castrados, cães que dormem fora de casa, famílias com renda inferior a três salários mínimos, presença de vegetação próximo do domicilio, não ter vidro na janela, ter vasos com plantas, ter arvores no quintal e aquisição de um cão no último ano. O desenvolvimento deste trabalho auxilia no programa de prevenção e controle da Leishmaniose Visceral Canina do Município de Panorama, mediante a identificação dos principais fatores de risco determinantes para a manutenção da doença. Este estudo demonstrou a presença de fatores de risco sujeitos a modificações por parte da população e das autoridades sanitárias que poderiam contribuir para a redução do risco de transmissão da doença em Panorama, sendo elas: a ordenação do ambiente no peri-domicílio pela redução de matéria orgânica e entulho que poderiam servir como local para reprodução e abrigo da população vetora, a modificação da relação com os cães de modo a aumentar a supervisão e a promoção do uso de medidas de proteção individual (coleira, repelentes, vacina) para a proteção da população canina nesta localidade.
Título em inglês
Risks factors of Visceral Leishmaniasis in dogs in Panorama, São Paulo, State, Brazil
Palavras-chave em inglês
Canine Visceral Leishmaniasis
case-control
risk factors
Resumo em inglês
Canine Visceral Leishmaniasis is a disease in which the transmission cycle involves the interaction of vectors, parasites, as well as reservoir hosts and environmental, social, and biological factors, making it very complex to understand the dynamic of this disease in endemic regions. This cross-sectional case-control epidemiological study aimed to identify risk factors for the occurrence of Canine Visceral Leishmaniasis in the city of Panorama, São Paulo, Brazil. An epidemiological survey was done to identify sociodemographic, socioeconomics, environmental, canine population dynamics and dogs life style factors, in households with positive and negative dogs diagnosed by serology in the years 2012 and 2013 in the city of Panorama. A logistic regression model was developed to take into account risk factors for the occurrence of Canine Visceral Leishmaniasis: intact dogs, dogs sleeping away from home, families with lower income, vegetation near the households, windows with no glass panels, potted plants, the presence of trees in the yard and the acquisition of a dog in the last year. The development of this work helps in the prevention and control program of Canine Visceral Leishmaniasis in the city of Panorama by the management of the determinant risk factors that maintain the disease. This study demonstrated the presence of some risk factors that are subject to modifications by the population and the health authorities and that could produce a reduction in the risk of disease transmission in Panorama: environmental ordination in areas around the houses with reduction of organic matter and rubbish that could serve as a place for the reproduction and shelter of the vector population, and the modification of the relationship with dogs promoting the use of individual protective measures (collar, repellents, vaccine etc.) to contribute to the protection of the dog population in this locality.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.