• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2007.tde-14092007-080235
Documento
Autor
Nome completo
Haroldo de Barros Ferreira Pinto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Pinheiro, Sônia Regina (Presidente)
Assis, Alair
Bernardi, Fernanda
Dias, Ricardo Augusto
Vasconcellos, Silvio Arruda
Título em português
Avaliação do custo-benefício das atividades de prevenção da raiva humana e das atividades de controle da raiva canina no Município de Mogi Guaçu, no período de 2000 a 2004
Palavras-chave em português
Cães
Controle
Custo-benefício
Mogi Guaçu
Prevenção
Raiva
Resumo em português
No presente estudo foi avaliado os custos dos tratamentos anti-rábicos pósexposição e das atividades do controle da raiva canina realizada no Mogi Guaçu, no período de 2000 a 2004. Para as análises foram utilizadas as informações disponíveis no banco de dados do Sistema Nacional de Agravos de Notificação (SINAN) e dos dados pertinentes ao Programa de Controle da Raiva, fornecidos pelo Centro de Controle de Zoonoses. Com o auxilio das planilhas do programa Excel, os dados foram tabulados e os valores em reais, obtidos ano a ano (valores nominais), foram atualizados para valores do ano de 2006, tendo como deflator o Índice de Preço do Consumidor Ampliado (IPCA). No período estudado, ocorreram 4.279 notificações de pacientes agredidos por diferentes espécies de mamíferos. O tipo de lesão mais freqüente foi a mordedura, com 90,9% do total, tendo sido o cão a principal espécie agressora, com 84,1% do total dos agravos. Os pacientes do sexo masculino apresentaram o maior risco exposição (48,2%), o mesmo ocorrendo com os pacientes de faixa etária entre zero e 14 anos (35,2%). O esquema de tratamento pós-exposição, com três doses de vacina e a observação do cão agressor, foi preconizado para 18,3% das pessoas agredidas o que representou um gasto estimado de R$ 43.829,97. O esquema de vacinação (cinco doses) e soro-vacinação foi indicado para 6,2% dos pacientes, com um custo final estimado em R$ 34.731,83. Na composição do custo das ações de controle da raiva canina, o insumo de maior peso foi o combustível. Os custos médios por animal, relativos às ações direcionadas ao controle da raiva animal, foram 9,2 a 20,2 vezes inferiores aos valores estimados para o tratamento anti-rábico humano pós-exposição. As informações oficiais, disponíveis nos bancos de dados, foram suficientes para os cálculos dos custos x benefício propostos. A avaliação do custo x benefício das atividades de prevenção e /ou controle da raiva urbana é importante para a implantação de uma política de conscientização de proprietários e deve estar associada a programas educativos.
Título em inglês
Cost benefit analysis of the activities for human rabies prevention and the activities for canine rabies control in Mogi-Guaçu Municipality, from 2000 to 2004
Palavras-chave em inglês
Control
Cost-benefit
Dog
Prevention
Rabies
Resumo em inglês
In this work, costs with post exposure anti-rabies treatments and activities for canine rabies control in Mogi-Guaçu were evaluated from 2000 to 2004. For the analyses, information available in the National System of Injury Notification database (SINAN) were used, as well as data from Rabies Control Program, supplied by the Center for Zoonoses Control. Data were compiled using Excel software spreadsheets and values in Reais (Brazilian currency), obtained annually (nominal values), were updated for values in 2006. The deflation index used was the Expanded Consumer Price Index (IPCA). In the period studied there were 4, 279 notifications of patients attacked by different kinds of mammals. Bites were the most frequent injury, with 90.9% of the total, having dogs as the main aggressor specie with 84.1% of total cases. Male patients presented the highest exposure risk (48.2%), as well as patients in the age range 0 ? 14 years old (35.2%). Post exposure rabies prophylaxis, including 3 vaccine doses and the observation of the aggressor dog, was adopted for 18.3% of attacked people, representing an estimated expense of R$43.829,97 (approximately US$ 20,198.14). Five-dose vaccination scheme and vaccine and equine rabies immunoglobulin were prescribed for 6.2% of patients, with an estimated final cost of R$34.731,83 (approximately US$16,005.45). In the cost composition for canine rabies control actions, fuel was the most representative item. Average cost per animal considering actions focused on animal rabies control, was 9.2 to 20.2 times lower than estimated values for post exposure human anti-rabies treatment. Official information available in database were enough to calculate the costs and benefits proposed. Cost benefit analysis of the activities for urban rabies prevention and/or control is important for the implementation of an awareness policy for dog owners and must be associated.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-09-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.