• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2015.tde-04092015-143212
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Isabel Giuli da Silva Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Marcili, Arlei (Presidente)
Dias, José Luiz Catão
Viola, Laerte Bento
Título em português
Diversidade, isolamento e filogenia de parasitas do gênero Trypanosoma em vertebrados silvestres da ilha pluvial e Estação Ecológica de Pirapitinga, Minas Gerais
Palavras-chave em português
Trypanosomatidae
Anfibios
Filogenia
Insular
Marsupiais
Resumo em português
As espécies do gênero Trypanosoma parasitam vertebrados de todas as classes (peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos) e possuem ciclos de vida com alternância entre vertebrados e invertebrados. A maioria das espécies se desenvolve em artrópodes hematófagos, que podem pertencer a diversas ordens e famílias. A maioria das espécies não é patogênica, T. cruzi é a única espécie patogênica para o homem nas Américas. Estudos realizados com algumas espécies de tripanossomas apontam uma grande complexidade do ciclo silvestre. Ressalta-se o fato que existam poucos trabalhos realizados no estado de Minas Gerais em animais silvestres. Até o momento, poucos estudos avaliaram os pequenos mamíferos terrestres e morcegos como reservatórios silvestres destes parasitas neste estado, com ausência de estudos com outros grupos de vertebrados. O presente projeto tem por objetivo principal, o conhecimento da diversidade de parasitas do gênero Trypanosoma em animais silvestres da ilha pluvial e Estação ecológica de Pirapitinga, Minas Gerais através do isolamento, caracterização molecular e estudos filogenéticos com marcadores tradicionais. Foram realizadas duas campanhas de captura nos meses de outubro de 2013 e março de 2014 totalizando 183 pequenos mamíferos terrestres, de 12 espécies pertencentes, a três diferentes Ordens (Calomys callosus, Cerradomys subflavus, Rhipidomys sp., Akodon sp., Hylaemys megacephalus, Delomys sp., Oligoryzomys sp., Didelphis albiventris, Micoreus sp., Gracilinanus agilis, Monodelphis domestica e Cabassous unicinctus, a espécie mais abundante foi Calomys sp, capturados com pitfalls e Shermann. Foram capturados 57 indivíduos de morcegos, com o auxilio de redes de neblina, de seis diferentes espécies (Glossophaga soricina, Artibeus sp., Platyrrhinus sp., Noctilio albiventris, Myotis sp., Choeronicus minor), a espécie mais abundante foi Glossophaga soricina. Todos os quirópteros foram negativos para tripanossomatídeos e dentre os pequenos mamíferos somente oito exemplares da espécie Monodelphis domestica foram positivas para o parasita, porém foram estabelecidas nove culturas (um dos animais estava parasitado por duas espécies de tripanossomas). Os isolados de M. domestica foram identificados como T. cruzi e uma nova espécie com morfologia distinta, mas agrupada nas filogenias com SSU rDNA e gGAPDH no Clado Lagartos/ Cobras. Esta nova espécie foi denominada T. gennarii. Os anuros e répteis foram capturados através de busca ativa e foram capturados 14 indivíduos de repteis pertencentes a 6 espécies e 88 indivíduos de anuros pertencentes a 4 espécies. Do total de anuros capturados 7 (7,95%) apresentaram hemocultura positivas e 2 (2,27%) de Leptodactylus latrans foram estabelecidas e criopreservadas com morfologia compatível a parasitas do gênero Trypanosoma. Filogenias baseadas em SSU rDNA segregou os isolados do Cerrado em um novo grupo denominado AN05 e a inclusão destes isolados evidenciaram um outro grupo, AN06 compostos de isolados obtidos de flebotomíneos.
Título em inglês
Diversity isolation and phylogeny of the genus Trypanosoma parasites in wild vertebrates of island rain and Pirapitinga Ecological Station, Minas Gerais
Palavras-chave em inglês
Trypanosomatidae
Amphibians
Insulate
Marsupials
Phylogeny
Resumo em inglês
The species of the genus Trypanosoma parasites of all vertebrate classes (Fish, amphibians, reptiles, birds and mammals) and have life cycles alternating between vertebrates and invertebrates. Most species develops in blood-sucking arthropods, which may belong to different orders and families. Most species are not pathogenic, T. cruzi is the only species pathogenic to humans in the Americas. Studies with some species of trypanosomes indicate a great complexity of the sylvatic cycle in biomes. We highlight the fact that there are few studies in the state of Minas Gerais in wild animals. To date, few studies have evaluated small terrestrial mammals and bats as wild reservoirs of these parasites in this state, with no studies with other groups of vertebrates. This project's main objective, knowledge of Trypanosoma parasites of the genus diversity in wild animals of the rain Island and Ecological Pirapitinga Station, Minas Gerais through isolation, molecular characterization and phylogenetic studies with traditional markers. Two arrest campaigns were conducted between October 2013 and March 2014 totaling 184 small terrestrial mammals, 12 species belonging to three different Orders (Calomys callosus, Cerradomys subflavus, Rhipidomys sp., Akodon sp., Hylaemys megacephalus, Delomys sp., Oligoryzomys sp., Didelphis albiventris, Micoreus sp., Gracilinanus agilis, Monodelphis domestica e Cabassous unicinctus, the most abundant species was Calomys callosus, captured with pitfalls and Shermann. The bats were captured with mist net and caught 57 individuals from six different species (Glossophaga soricina, Artibeus sp., Platyrrhinus sp., Noctilio albiventris, Myotis sp., Choeronicus minor), the most abundant species was Glossophaga soricina. All were negative for trypanosomatids bats and small mammals among only eight copies of Monodelphis domestica species were positive for the parasite, but nine cultures were established (one animal was infested by two species of trypanosomes). Isolates of M. domestica were identified T. cruzi and a new species with distinct morphology, but grouped in phylogenies with SSU rDNA and gGAPDH in Clade Lizards/ Snakes. This new species was named T.gennarii. Frogs and reptiles were captured through active search and were captured 14 individuals of reptiles belonging to 6 species of frogs and 88 individuals belonging to four species. Of the total of frogs captured 7 (7,95%) had positive blood culture and 2 (2.27%) of Leptodactylus latrans were established and cryopreserved with morphology compatible with the parasites of the genus Trypanosoma. Phylogenies based on SSU rDNA segregated the Cerrado isolated in a new group called AN05 and the inclusion of these isolates showed another group of compounds AN06 isolates from sand flies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-09-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.