• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Verônica Mollica Govoni
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Cogliati, Bruno (Presidente)
Dagli, Maria Lucia Zaidan
Winkel, Valter de Medeiros
Título em português
Valor prognóstico de parâmetros clinico-patológicos e dos subtipos moleculares nos carcinomas mamários em felinos
Palavras-chave em português
Gata
Imuno-histoquímica
Sobrevida
Tumor mamário
Resumo em português
O tumor mamário é a terceira neoplasia mais incidente na espécie felina, seguida das neoplasias hematopoiéticas e cutâneas. Nos gatos, diferentemente do observado em cães e humanos, cerca de 85 a 95% dos tumores mamários são malignos e a doença tende a apresentar um comportamento mais agressivo. Desta forma, parâmetros clínico-epidemiológicos, patológicos e moleculares têm sido propostos como fatores prognósticos nesta espécie, porém os resultados ainda são controversos. Recentemente, uma nova classificação molecular foi proposta nesta doença em felinos, na qual foram estabelecidos seis subtipos moleculares de acordo com o St. Gallen International Expert Consensus Panel para humanos. Assim, o presente estudo teve como principal objetivo investigar o valor prognóstico de parâmetros clínico-patológicos e dos subtipos moleculares no carcinoma mamário em felinos. Foram analisados 65 tumores, provenientes de 42 gatas atendidas em hospitais veterinários públicos e particulares. Os tumores foram submetidos à análise histopatológica e imuno-histoquímica para os receptores de estrógeno e progesterona, HER-2, Ki67 e citoqueratina 5/6. Os parâmetros clinico-patológicos foram correlacionados com a sobrevida pelo teste de Log-rank (p<0,05). Os tipos histológicos mais frequentes foram os carcinomas tubulopapilares, sólidos e cribiformes, a maioria graduados como grau II. Em relação aos subtipos moleculares, os tumores foram classificados em triplo negativo normal-like (35,4%), triplo negativo basal-like (29,1%), HER-2 positivo (25%) e Luminais A e B (10,5%). Em relação aos fatores prognósticos, animais com idade superior a 12 anos (p=0,0036) e com tumores ulcerados (p=0,0139) demonstraram correlação significativa com menor tempo de sobrevida. Os parâmetros raça, status reprodutivo, uso de anticoncepcional, tratamento, tamanho e volume tumorais, multiplicidade tumoral, morfologia, grau histológico, índice de proliferação e os subtipos moleculares não apresentaram correlação com a sobrevida. Os resultados demonstrados aqui ressaltam a importância da correlação clínica, patológica e molecular na determinação dos fatores prognósticos e, consequentemente, no desenvolvimento de novos procedimentos e alvos terapêuticos.
Título em inglês
Prognostic value of clinicopathological parameters and molecular subtypes in feline mammary carcinoma
Palavras-chave em inglês
Breast tumor
Cat
Immunohistochemistry
Survival
Resumo em inglês
The mammary tumor is the third most frequent neoplasm in the feline species, followed by hematopoietic and cutaneous neoplasms. In cats, unlike that observed in dogs and humans, about 85 to 95% of mammary tumors are malignant and the disease tends to present more aggressive behavior. In this way, clinical-epidemiological, pathological and molecular parameters have been proposed as prognostic factors in this species, but the results are still controversial. Recently, a new molecular classification was proposed in this feline disease, in which six molecular subtypes were established according to "St. Gallen International Expert Consensus Panel "for humans. Thus, the present study had as main objective to investigate the prognostic value of clinical-pathological parameters and molecular subtypes in mammary carcinoma in felines. A total of 65 tumors were analyzed, from 42 cats treated in public and private veterinary hospitals. Tumors were submitted to histopathological and immunohistochemical analysis for the estrogen and progesterone receptors, HER-2, Ki67 and cytokeratin 5/6. The clinical-pathological parameters were correlated with survival by the log-rank test (p <0.05). The most frequent histological types were tubulopapillary carcinomas, solid and cribiform, commonly grade II. Tumors were classified as "normal-like" (35.4%), triple negative "basal-like" (29.1%), HER-2 positive (25%) and Luminais A And B (10.5%). Regarding the prognostic factors, animals aged over 12 years (p = 0.0036) and ulcerated tumors (p = 0.0139) showed a significant correlation with a shorter survival time. The parameters race, reproductive status, use of contraceptive, treatment, tumor size and volume, tumor multiplicity, morphology, histological grade, proliferation index and molecular subtypes had no correlation with survival. The results demonstrated here emphasize the importance of clinical, pathological and molecular correlation in the determination of prognostic factors and, consequently, in the development of new procedures and therapeutic targets.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-12-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.