• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2017.tde-22062017-121424
Documento
Autor
Nome completo
Everton Barbosa Bertaglia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Spinosa, Helenice de Souza (Presidente)
Fukushima, André Rinaldi
Soares, Milena Rodrigues
Título em português
Efeitos da sibutramina e do metilfenidato em modelo animal do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) induzido em camundongos por etanol no período pós-natal
Palavras-chave em português
Atenção
Memória
Metilfenidato
Sibutramina
TDAH
Resumo em português
O transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é uma condição que pode ser caracterizada pela falta de atenção, impulsividade e hiperatividade. A fisiopatologia do TDAH está relacionada, principalmente, a alterações no sistema dopaminérgico, noradrenérgico e serotoninérgico do sistema nervoso central. Dentre os tratamentos utilizados destaca-se a farmacoterapia com metilfenidato, potencial droga de abuso, que age como inibidor da recaptação de dopamina, noradrenalina e serotonina; por outro lado, o sal de sibutramina monoidratada, que possui mecanismo de ação farmacológico semelhante nestes sistemas de neurotransmissão central, ainda não teve sua utilização testada em um modelo do TDAH. Assim, o objetivo deste trabalho foi estudar os efeitos da administração prolongada (28 32 dias) de sibutramina e de metilfenidato em modelo animal do TDAH induzido pela exposição ao etanol no período pós-natal em camundongos, avaliando-se o ganho de peso semanal, o consumo de água e de ração, bem como o comportamento animal, por meio da avaliação geral no campo aberto e nos testes do labirinto em cruz elevado, da suspensão pela cauda, do reconhecimento de objetos e do labirinto em T. Foram avaliados também os níveis dos neurotransmissores e seus metabólitos em diferentes estruturas cerebrais. Os resultados mostraram que o modelo animal do TDAH induzido pela exposição ao etanol no período pós-natal apresentou hipoatividade no campo aberto seguida de aumento da atividade, não apresentou alterações nos níveis de ansiedade no labirinto em cruz elevado, como também mostrou comportamento tipo-depressivo no teste de suspensão pela cauda e marcante déficit na memória de trabalho e atenção no teste de reconhecimento de objetos e labirinto em T. Em relação ao tratamento prolongado com sibutramina e metilfenidato, não foram observadas alterações no ganho de peso semanal e consumo de água e ração. No campo aberto o metilfenidato normalizou a atividade dos camundongos, enquanto a sibutramina causou hiperatividade. No labirinto em cruz elevado não foram observadas alterações nos níveis de ansiedade. No teste de suspensão pela cauda o metilfenidato ocasionou comportamento tipo-depressivo nos camundongos salina, enquanto a sibutramina reverteu os efeitos depressivos dos etanol. O metilfenidato melhorou a memória de trabalho e atenção dos camundongos que receberam etanol tanto no teste de reconhecimento de objetos quanto no labirinto em T, já a sibutramina foi capaz de fazê-lo apenas no labirinto em T.
Título em inglês
Effects of sibutramine and methylphenidate in an animal model of Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD) induced in mice by ethanol in the postnatal period
Palavras-chave em inglês
ADHD
Attention
Memory
Methylphenidate
Sibutramine
Resumo em inglês
The attention deficit hyperactivity disorder (ADHD) is a condition that can be characterized by the lack of attention, impulsivity and hyperactivity. The pathophysiology of ADHD is related mainly to changes in the dopaminergic system, noradrenergic and serotoninergic of central nervous system. Among the treatments used stands out the pharmacotherapy with methylphenidate, potential drug of abuse, which acts as an inhibitor of the reuptake of dopamine, noradrenaline and serotonin; on the other hand, the salt of sibutramine monohydrate, which has a pharmacological mechanism of action similar in these systems of central neurotransmission, have not had their use tested in a model of ADHD. Thus, the objective of this work was to study the effects of prolonged administration (28 - 32 days) of sibutramine and methylphenidate in an animal model of ADHD induced by exposure to ethanol in the postnatal period in mice, evaluating the weight gain weekly, the consumption of water and feed, as well as animal behavior, through the general assessment in open field, and in the elevated plus maze, and in the tests of tail suspension, the recognition of objects and the T maze. We evaluated the levels of neurotransmitters and their metabolites in different brain structures. The results showed that the animal model of ADHD induced by exposure to ethanol in the postnatal period showed hypoactivity in the open field followed by increased activity, showed no changes in the levels of anxiety in the elevated plus maze, as also shown depressive-like behavior in the tail suspension test and striking deficit in working memory and attention in the test of recognition of objects and T maze. In relation to the prolonged treatment with sibutramine and methylphenidate, no alterations were observed in weight gain weekly, and consumption of water and food. In the open field, methylphenidate normalized the activity of mice, while sibutramine caused hyperactivity. In the elevated plus maze no changes were observed in anxiety levels. In the tail suspension test methylphenidate caused depressive-like behavior in mice salina, while sibutramine reversed the effects of depression of ethanol. Methylphenidate has improved the working memory and attention of mice that received ethanol both in the test of recognition of objects as the maze in T, since sibutramine was able to do it only in the maze in T.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-08-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.