• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Samira Costa da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Dias, José Luiz Catão (Presidente)
Marigo, Juliana
Strefezzi, Ricardo de Francisco
Título em português
Pesquisa de Toxoplasma gondii em mamíferos marinhos do Brasil
Palavras-chave em português
Cetáceos
Imunohistoquímica
Lesões
Toxoplasmose
Resumo em português
A toxoplasmose é causada pelo protozoário coccídio Toxoplasma gondii e consiste em um dos processos parasitários mais comuns entre os animais endotérmicos. A presença desse protozoário em cetáceos pode estar associada à exposição dos animais aos oocistos de T. gondii eliminados pelas fezes de felídeos e/ou contato com solo contaminado com o parasita, que tenham comprometido a água do mar a partir de drenagens fluviais e fluentes ou ainda pelo escoamento de água de navios. O objetivo desse trabalho foi investigar a ocorrência de T. gondii em cetáceos encalhados, ou provenientes de captura acidental, ou que vieram a óbito durante o processo de reabilitação ou cativeiro, ao longo da costa brasileira, valendo-se para tanto de avaliações histopatológicas e de técnicas imuno-histoquímicas (IHQ). Os principais órgãos examinados foram fígado, pulmão, linfonodos, baço e cérebro. Esse estudo avaliou tecidos de 186 exemplares de 21 espécies diferentes de cetáceos da costa brasileira entre 1988 e 2014, cujas amostras foram encaminhadas e encontram-se depositadas no Banco de Tecidos de Mamíferos Marinhos, do Laboratório de Patologia Comparada dos Animais Selvagens (LAPCOM) do Departamento de Patologia, FMVZ-USP. Dos mamíferos marinhos analisados, a ocorrência de T. gondii foi confirmada em 1,1% (2/186), justificada pela presença de pelo menos um cisto em pulmão e/ou fígado. Os animais positivos pertenciam a duas espécies diferentes, provenientes do sudeste do Brasil; um golfinho nariz-de-garrafa (Tursiops truncatus) encalhado vivo no Rio de Janeiro - RJ, e uma orca (Orcinus orca) proveniente de cativeiro. As principais observações histopatológicas encontradas foram hepatite necrotizante, broncopneumonia fibrinosa supurativa com presença de cistos compatíveis com T. gondii, pneumonia broncointersticial fibrinosa com carneificação, glomérulonefrite membranosa e linfadenite necrótica. Devido à severidade das lesões suspeita-se que esse protozoário teve um importante papel no encalhe/óbito desses dois indivíduos. Esse estudo acrescentou duas novas espécies de cetáceos àquelas já reportadas como suscetíveis à infecção pelo protozoário, mas nunca antes descritos no Brasil. Os resultados ratificaram a ocorrência da infecção por T. gondii em cetáceos da costa brasileira e a sua importância em mamíferos marinhos em cativeiro e de vida livre
Título em inglês
Pesquisa de Toxoplasma gondii em mamíferos marinhos do Brasil
Palavras-chave em inglês
Cetaceans
Immunohistochemistry
Lesions
Toxoplasmosis
Resumo em inglês
Toxoplasmosis is caused by the coccidian Toxoplasma gondii - phylum Apicomplexa, which is one of the most common parasites affecting endothermic animals. The presence of T. gondii in cetaceans may be associated with feline feces and/or soil contaminated with the parasite, which may reach water bodies through run-off. This study investigated the occurrence of T. gondii in cetaceans along the Brazilian coast. Tissue samples of 186 individuals stranded along the Brazilian coast between 1988 and 2014, belonging to 21 species of cetaceans and currently part of the Marine Mammal Tissue Bank of the Laboratory of Comparative Pathology, Pathology Department, School of Veterinary Medicine and Animal Sciences, University of São Paulo. Immunohistochemistry (IHC) for T. gondii was performed using formalin-fixed, paraffin embedded tissue sections of liver, lung, lymph nodes, spleen and brain. Infected tissues of a Guiana dolphin (Sotalia guianensis) were used as positive controls. A total of 1.1 % (2/186) of the animals evaluated were positive, which was justified by the presence of least one cyst in one of the evaluated organs/tissues. These specimens belong to two different species of cetaceans: Killer whale (Orcinus orca) and bottlenose dolphin (Tursiops truncatus), both from southeastern Brazil. One individual stranded alive in Rio de Janeiro (T. truncatus); and one was kept in captivity (O. orca) in São Paulo state. The most noteworthy lesions observed through microscopy included necrotizing hepatitis, fibrinous suppurative bronchopneumonia with cysts compatible with T. gondii, bronchointersticial fibrinous pneumonia, membranous glomerulonephritis and necrotizing lymphadenitis. Due to the severity of lesions protozoan was suspected to have an important role in the stranding/death of the two wild individuals. This study added two new species of cetaceans to those already reported as susceptible to infection by T. gondii, never before described in Brazil. These results confirm the occurrence of T. gondii infection in cetaceans from the Brazilian coast and the importance of this parasite to marine mammals kept in captivity and free ranging dolphins
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Há arquivos retidos devido a solicitação (publicação de dados, patentes ou diretos autorais).
Data de Liberação
2018-09-08
Data de Publicação
2016-10-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.