• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2019.tde-13112018-110537
Documento
Autor
Nome completo
Leticia Soares Franco
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Knöbl, Terezinha (Presidente)
Menão, Marcia Cristina
Moreno, Andrea Micke
Título em português
Resistência e virulência de estirpes de Escherichia fergusonii isoladas de aves comerciais e silvestres
Palavras-chave em português
Aves
MALDI-TOF MS
Microbiologia
Resistência bacteriana
Virulência
Resumo em português
Escherichia fergusonii é um patógeno emergente na medicina humana e veterinária, nos relatos de casos de infecção em aves são escassos. O objetivo desse trabalho foi identificar e caracterizar estirpes de E. fergusonii isoladas de anatídeos de vida livre, aves cativas silvestres e aves comerciais criadas em sistemas convencionais e orgânico. Dentre as 431 amostras, foram isoladas 29 estirpes de Escherichia fergusonii, sendo a maior prevalência em galinhas no sistema de criação convencional. O perfil de sensibilidade das amostras foi avaliado, revelando diferenças entre os grupos, com a presença de estirpes de frangos no sistema de criação convencional apresentando maiores índices de resistência aos antimicrobianos testados, enquanto estirpes de irerês apresentaram sensibilidade a todos os antibióticos. Foram identificadas duas estirpes multirresistentes com resistência a mais de três classes de antimicrobianos. A caracterização molecular dessas amostras revelou estirpes de irerês (Dendrocygna viduata) com maior presença de genes de virulência (iroN, cvi, cva, astA e ompT). O ensaio de produção de hemolisinas em ágar sangue revelou amostras negativas, sem formação de hemólise ao redor da colônia. A técnica de AFLP classificou as estirpes em clados distintos sugerindo padrões de heterogeneidade entre as amostras. Esse é o primeiro relato de achados de Escherichia fergusonii em irerês de vida livre e gavião-pombo pequeno.
Título em inglês
Virulence and resistance of Escherichia fergusonii strains isolated from poultry and wild birds
Palavras-chave em inglês
Bacterial Resistance
Birds
MALDI-TOF MS
Microbiology
Virulence
Resumo em inglês
Escherichia fergusonii is an emerging pathogen in human and veterinary medicine, in cases reports associated with birds are scarce. The aims of this work were to identify and to characterize strains of E. fergusonii isolated from free-living ants, wild captive birds and poultry from conventional and organic farms. Among the 431 samples, 29 Escherichia fergusonii were isolated, being the highest prevalence in chickens from conventional breeding systems. The sensitivity profile of the samples was evaluated, revealing differences between the groups, with the higher antimicrobial resistance indexes in isolates from chicken in the conventional farms, while strains of white-faced whistling-duck showed sensitivity to all antibiotics. Two multiresistant strains with resistance to more than three classes of antimicrobial agents were identified. The molecular characterization of these samples revealed strains of white-faced whistlingduck (Dendrocygna viduata) with higher presence of virulence genes (iroN, cvi, cva, astA and ompT). The assay of hemolysin production on blood agar revealed negative strains, with no hemolysis forming around the colony. The AFLP technique classified the strains into distinct clades suggesting patterns of heterogeneity between the strains. This is the first report of Escherichia fergusonii in free-living white-faced whistling duck and white-necked hawk.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.