• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2014.tde-13112014-162653
Documento
Autor
Nome completo
Patrícia Franciscone Mendes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Hueza, Isis Machado (Presidente)
Spinosa, Helenice de Souza
Tasaka, Ana Cristina
Título em português
Avaliação dos possíveis efeitos tóxicos e imunotóxicos da Uncaria tomentosa em ratos
Palavras-chave em português
Fitoterápico
Glicemia
Imunotoxicidade
Planta medicinal
Unha-de-gato
Resumo em português
A Uncaria tomentosa (U. tomentosa), popularmente conhecida como "Unha-de-gato", é uma planta medicinal nativa das Américas, mundialmente empregada devido às suas atividades anti-inflamatórias e imunomodulatórias. O consumo desta planta ocorre não apenas na forma in natura, mas principalmente como fitoterápico, sendo muitas vezes utilizada de forma indiscriminada pela população. Apesar de vários estudos revelarem as propriedades terapêuticas da U. tomentosa, poucos são os trabalhos que empregam protocolos estabelecidos por agências regulamentadoras internacionais, para a avaliação dos possíveis efeitos tóxicos e imunotóxicos deste fitoterápico. Assim, o propósito do presente estudo foi verificar se a administração de um extrato seco de U. tomentosa, comercialmente disponível no mercado, poderia ocasionar efeitos tóxicos e imunotóxicos em ratos após 90 dias de tratamento. Para isso, 40 ratos Wistars machos foram tratados oralmente com as doses de 15, 75 ou 150 mg/kg de extrato seco de U. tomentosa comercialmente disponível no mercado, contendo teores de alcaloides de acordo com aqueles valores preconizados em literatura. No final do período experimental, os animais foram submetidos à eutanásia para realização de avaliações bioquímicas, hematológicas, histopatológicas, análise de órgãos linfoides e não-linfoides, avaliação das respostas imunes inata, inflamatória e humoral, bem como teste para determinação de reação de hipersensibilidade do tipo IV. Os resultados revelaram aumento nos níveis de ALT dos animais tratados com a dose de 75 mg/kg, e redução nos índices glicêmicos de ratos tratados com 75 e 150 mg/kg de U. tomentosa. Entretanto, somente os ratos tratados com a maior dose exibiram discreta vacuolização centro-lobular hepática; assim, somente os dados de ALT não são sugestivos de efeitos hepáticos adversos da U. tomentosa após um longo período de tratamento. A redução nos índices sanguíneos de glicose dos ratos, após tratamento com a U. tomentosa, podem representar importante risco para seres humanos diabéticos, susceptíveis ao desenvolvimento de hipoglicemia e que fazem uso da U. tomentosa para outros propósitos. Em conclusão, estes estudos demonstraram que, apesar de a U. tomentosa não promover efeitos tóxicos e imunotóxicos, o uso prolongado da mesma, a altas doses, pode promover redução dos índices glicêmicos.
Título em inglês
Evaluation of the possible toxic and immunotoxic effects of Uncaria tomentosa in rats
Palavras-chave em inglês
Cat's claw
Glycaemia
Immunotoxicity
Medicinal plant
Phytotherapic
Resumo em inglês
Uncaria tomentosa (U. tomentosa), commonly known as "Cat's claw", is a native medicinal plant from America, it is employed worldwide for its anti-inflammatory and immunomodulatory activities. The consumption of this plant occurs not only in natura, but mainly as a phytotherapic, used indiscriminately by the population. Although many researchers revealed the therapeutic properties of U. tomentosa, few studies employing established protocols by international regulatory agencies for the evaluation of the possible toxic and immunotoxic effects of this herbal medicine. Thus, the purpose of the present study was to verify if the dry extract of U. tomentosa could promote toxic and/or immunotoxic effects in rats following 90 days of treatment. For this, forty male rats were orally treated with 15, 75 or 150mg/kg of dry extract of U. tomentosa, commercially available, containing levels of alkaloids according to those values recommended in the literature. At the end of experimental period, the rats were killed for the evaluation of the biochemistry, haematology, histopathology, status of the lymphoid and non-lymphoid organs, evaluation of innate, inflammatory and humoral immune responses, as well as a test to determine the delayed type hypersensitivity. The results revealed an increase in the levels of ALT in the animals treated with 75mg/kg and a reduction in the glycaemic levels of rats treated with 75 and 150mg/kg of U. tomentosa. However, only rats treated with the higher dose showed a slight centrilobular hepatic vacuolation; thus, ALT data alone are not suggestive of a hepatic adverse effect of U. tomentosa following long-term treatment. The reduction in blood glucose levels of the rats, could represent an important risk for diabetic humans, who are susceptible to the development of hypoglycaemia and who might use U. tomentosa for purposes other than anti-diabetes. In conclusion, these studies demonstrated that, while U. tomentosa has no immunotoxic effect, long-term U. tomentosa treatment at high doses can promote reduction in glycemic levels.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.