• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2008.tde-11042008-134614
Documento
Autor
Nome completo
Luiz Fernando Larangeira Lopes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Matushima, Eliana Reiko (Presidente)
Carvalho, Vania Maria de
Sinhorini, Idercio Luiz
Título em português
Salmonella sp em répteis e aves silvestres no Estado de São Paulo: freqüência de isolamento, caracterização dos isolados e as conseqüências para o manejo em cativeiro e reintrodução
Palavras-chave em português
Aves
Doenças infecciosas
Répteis
Salmonella
Zoonoses
Resumo em português
A Salmonella sp é um importante agente zoonótico no mundo todo e diversas são as técnicas desenvolvidas para a sua identificação, com o isolamento microbiológico ainda sendo a técnica de escolha. Além de sua importância em microbiologia de alimentos e em criações comerciais de aves, ultimamente vem se destacando a sua presença na microbiota de animais silvestres. No presente estudo, foram colhidos "swabs" cloacais de 200 aves e 200 répteis, com o intuito de se observar a freqüência de isolamento do agente, caracterizar os isolados através da determinação dos perfis bioquímico e de resistência a antimicrobianos além da sorotipagem. Buscamos também comparar diferentes técnicas de isolamento com diversos meios de cultura e determinar qual a mais eficiente. Desse modo, os "swabs" coletados foram submetidos ao plaqueamento em ágar Mac Conkey, suspensão paralela em caldo Rappaport e Tetrationato com posterior plaqueamento em ágar XLT4. Das 200 aves amostradas nenhuma apresentou resultado positivo para o isolamento de Salmonella sp, ao passo que dos 200 répteis, 71 apresentaram-se positivos para o agente, totalizando uma proporção de 35,5%. Dentre os répteis as serpentes foram as que apresentaram maior proporção de animais positivos com 83,9% em contraste às tartarugas que formaram a ordem com menor isolamento (7,1%). Diversos sorotipos foram isolados, muitos não sendo freqüentemente relacionados a animais silvestres com vários apresentando algum grau de resistência aos antimicrobianos testados. A técnica de isolamento que possibilitou a maior recuperação do microorganismo foi a suspensão em caldo Rappaport seguida do plaqueamento em ágar XLT4. Concluímos que os répteis podem ser considerados importantes reservatórios para a Salmonella sp, ao passo que as aves não merecem destaque nesse quesito, embora seu potencial disseminador não deva ser desprezado.
Título em inglês
Salmonella sp in reptiles and wild birds at São Paulo Estate: isolation frequency, characterization of isolates and the consequences for management in captivity and reintroduction
Palavras-chave em inglês
Salmonella
Birds
Infectious diseases
Reptiles
Zoonosis
Resumo em inglês
Salmonella sp is an important zoonotic agent in the whole world and many are the techniques developed for its identification, although the microbiological isolation is still the preferred one. Salmonela's importance in food microbiology and poultry are unquestionable, but in the late years there is a growing concern about the presence of this bacteria in many species of wild animals. In the present study we collected cloacal swabs from 200 wild birds and 200 reptiles with the following goals: Determination of the isolation frequency, characterization of the isolates through biochemical and antimicrobial susceptibility profiles and serotyping. We also target a comparison between different isolation techniques and culture media to determine wich one is the most effective. In this way, the collected swabs were submitted to direct plating in Mac Conkey agar and parallel suspension in Rappaport and Tetrationate broths with posterior streaking in XLT4 agar. None of the 200 tested birds were positive for Salmonella sp, while 71 from the 200 reptiles were positives for the agent, in a 35,5% proportion. Among the reptiles, the snakes presented the higher prevalence, with 83,9% of the animals being positives, in contrast to turtles, the Order with less isolation, totalizing only 7,1%. A lot of different serotipes were isolated, many of them infrequently related with wild animals and showing at least some degree of antimicrobial resistance. The use of Rappaport broth followed by the XLT4 agar showed the best recovering rates of Salmonella sp from the cloacal swabs. We conclude that reptiles may act as important reservoirs for this pathogen. Wild birds doesn't seems to play the same role, but theirs spreading potencial must not be underestimated.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-04-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.