• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2008.tde-08092008-161132
Documento
Autor
Nome completo
Thiago Berti Kirsten
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Bernardi, Maria Martha (Presidente)
Frussa Filho, Roberto
Palermo Neto, João
Título em português
Avaliação comportamental e neuroquímica da prole masculina de ratas exposta pré-natalmente ao lipopolissacarídeo
Palavras-chave em português
Comportamento animal
Desenvolvimento
LPS
Neuroanatomia
Neuroquímica
Pré-natal
Resumo em português
O lipopolissacarídeo (LPS) é uma endotoxina bacteriana capaz de ativar o sistema imune com a síntese de citocinas pró-inflamatórias (IL-1, IL-6, TNF-α, dentre outros), afetando o cérebro animal e causando o comportamento doentio. Durante a gestação, infecções e inflamações maternas podem levar a danos na prole, incluindo desordens neuropsiquiátricas como depressão, esquizofrenia e autismo. O presente trabalho avaliou os efeitos comportamentais e neuroquímicos da exposição ao LPS em ratas gestantes e nas suas proles. Para tanto, ratas Wistar receberam o LPS (100 µg / kg, i.p.) no 9,5º dia de gestação (GD). A atividade geral destas ratas foi observada 1 hora após o tratamento; a ingestão de alimentos às 24, 48 e 72 horas e a temperatura corpórea tomada 1, 24 e 48 horas após o tratamento. Durante a gestação e ao nascimento da prole, avaliou-se o ganho de peso materno, a duração da gestação, o número e peso dos filhotes nascidos. Os filhotes machos destas ratas tratadas com LPS foram estudados quanto aos padrões físicos e reflexológicos, a atividade geral observada em campo aberto, o comportamento de brincar, os níveis de neurotransmissores e metabólitos no estriado, hipotálamo e córtex frontal, a morfologia cerebral, a interação social na idade adulta, a catatonia induzida por haloperidol e a estereotipia induzida por apomorfina. Os resultados mostraram que a administração do LPS no GD 9,5 nas fêmeas prenhes causou: 1) comportamento doentio, com redução da atividade geral, da ingestão de alimentos, do ganho de peso durante a gestação, e da viabilidade da prole; 2) não interferiu na duração da gestação, no peso total e individual da prole, além de não causar febre materna. Na prole destas ratas observou-se na infância, em relação aos animais do grupo controle: 1) ausência de alterações no desenvolvimento dos padrões físicos e reflexológicos; 2) redução na auto-limpeza, sem alterações nos demais parâmetros da atividade geral; 3) redução do comportamento de brincar. Na idade adulta verificou-se: 1) redução na interação social e nos níveis de dopamina estriatal e seus metabólitos; 2) não foram observadas alterações na catatonia induzida por haloperidol, no comportamento estereotipado induzido por apomorfina, na morfologia cerebral, nos níveis de neurotransmissores e metabólitos hipotalâmicos e do córtex frontal, bem como de noradrenalina e serotonina estriatais. Estes dados mostraram que a infecção materna pode interferir no ambiente intra-uterino, comprometendo a viabilidade da ninhada, prejudicando o comportamento social da prole por toda a vida, interferindo também com a atividade do sistema dopaminérgico estriatal. Em vista desses resultados, sugeriu-se que essas alterações não comprometeram o sistema motor da prole, mas sim a emocionalidade e a motivação.
Título em inglês
Behavioral and neurochemical evaluation of male offspring rats prenatally exposed to lipopolysaccharide
Palavras-chave em inglês
Behavior
Development
LPS
Neuroanatomy
Neurochemistry
Prenatal
Resumo em inglês
Pre- or perinatal events that influence the immune system contribute to the development of behavioral or neuropsychiatric disorders, including schizophrenia and autism. This study investigated the relationships between lipopolysaccharide (LPS) -induced maternal sickness behavior during pregnancy and offspring development, behavior, neurochemistry, and neuroanatomy. Pregnant Wistar rats received LPS (100 µg / kg, i.p.) at the gestation day 9.5. Dam's sickness behavior was analyzed and at birth, the offspring number and weight were taken. The physical and behavioral development, general activity, play behavior, striatal, hypothalamus and frontal cortex monoamine levels, cerebral morphology, adult's social interaction, catalepsy and stereotypy were evaluated in male pups. Results showed that in relation to the control groups LPS treated dams presented a decreased open-field behavior, in food intake and weight gain, but no maternal fever was observed. In offspring: 1) the pups number and self-grooming were reduced and no alterations on physical patterns, behavioral development and exploratory activity were found; 2) striatal dopamine and metabolites levels were smaller in these animal, without differences in noradrenaline and serotonin levels and turnover; 3) play behavior and adult's social interaction parameters were reduced; no alterations on cerebral morphology, catalepsy and stereotypy were observed. It was suggested that these animals presented emotional and motivational deficits, but no motor alterations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-10-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.