• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2005.tde-27062006-105146
Documento
Autor
Nome completo
Janaína Munuera Monteiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Kfoury Junior, José Roberto (Presidente)
Blazquez, Francisco Javier Hernandez
Pereira, Flávia Thomaz Veréchia
Título em português
Imunolocalização das Heat Shock Proteins (HSPs) 60 e 70 na placenta bovina
Palavras-chave em português
Bovinos
HSP 60
HSP 70
Imuno-microscopia eletrônica de transmissão
Imunohistoquímica
Placenta
Resumo em português
As Heat Shock Proteins (HSPs) ou proteínas do choque térmico são encontradas em todas as células e são classificadas de acordo com seu peso molecular. Dentre elas encontram-se as de 27, 60, 70, 90 e 110 kDa, sendo as mais estudadas no contexto da reprodução as da família 60 e 70. Essas proteínas são ditas como chaperoninas, em razão do seu importante papel no dobramento e desdobramento de outras proteínas celulares sem alterar sua conformação final, e são expressas frente a qualquer tipo de estresse como calor, vírus, bactéria, hormônios, diferenciação celular, etc, e influenciam nas respostas imune inata e adquirida. A placenta também expressa essas proteínas, uma vez que é um órgão de intenso estresse e diferenciação celular durante toda a gestação. Nesse estudo, busca-se avaliar a expressão ou não dessas proteínas na placenta bovina e para isso foram utilizadas 30 amostras de diferentes animais em estágios distintos de gestação, fixadas em formol tamponado a 10% e processadas pela técnica de imuno-istoquímica. O mesmo numero de amostras foi também processado para a análise de imuno-microscopia eletrônica de transmissão pelas técnicas de "freeze-substitution" e marcação por pós-embebição. Na imuno-istoquímica, as HSPs 60 e 70 foram localizadas nos trofoblastos, epitélio materno e células binucleadas. A expressão da HSP 60 foi maior no início declinando no segundo e terceiro terço. Já a expressão da HSP 70 manteve-se praticamente constante, evidenciando a forte expressão dessa proteína durante todo o período. Na análise de imuno-microscopia eletrônica de transmissão, ambas as famílias foram localizadas nas células binucleadas (núcleo, citoplasma e vesículas) e epitélio materno (núcleo e citoplasma) em todos os terços gestacionais. O perfil das proteínas estudadas na placenta bovina foi diferente quando comparada à placenta humana, pois nesta última, a intensidade da expressão para a HSP 70 diminuiu com o decorrer da gestação enquanto para a HSP 60 foi constante durante todo a gestação. Provavelmente essas diferenças podem estar relacionadas ao fato dessas amostras terem sido coletadas de mulheres com gravidez interrompidas e também pelo tipo de placentação distinta. A bovinocultura de corte é de extrema importância para a econômica para o Brasil e se faz necessário o conhecimento de fatores que possam melhorar suas características reprodutivas. Dessa forma os resultados obtidos nesse estudo contribuirão certamente de subsídio para experimentos futuros sobre o papel das Heat Shock Proteins na placenta bovina.
Título em inglês
Immunolocalization of Heat Shock Proteins (HSPs) 60 e 70 in bovine placenta
Palavras-chave em inglês
Bovine
HSP 60
HSP 70
Immunoelectron microscopy
Immunohistochemistry
Placenta
Resumo em inglês
Heat Shock Proteins (HSP) can be found in any kind of cell. These proteins are classified according to their molecular weight and their known families include the HSP 27, 60, 70, 90 and 110 kDa. Among these, HSP 60 and 70 are the ones of interest in reproduction. They were known as chaperonines because of their capacity to fold and unfold other proteins into the cell, without changing their own conformation. They are expressed during several stress conditions likes virus and bacteria infections, hormones, heat, cellular differentiation, etc, and also take part signalizing for innate and acquired immune responses. Heat shock proteins are expressed in several tissues and organs, including the placenta. In this study we have evaluated the expression of these proteins in the bovine placenta, using thirty samples from different animais with distinct gestational periods, fixed in 10% formalin and processed for immunohistochemistry. The same numbers of samples were processed for immunoelectron microscopy using freeze-substitution and post embedding labeling techniques. The immunohistochemistry results show the expression of HSP 60 and 70 in trophoblasts, maternal epithelia and binucleated cells. The HSP 60 expression was higher in the beginning of gestation, becoming lower during the second and third trimester. Heat shock protein 70 expression were practically constant throughout the gestation. The immunoelectron microscopy analysis revealed that both HSP 60 and 70 were located in the cytoplasm and nucleio binucleated cells and maternal epithelia from the beginning to the end of pregnancy. The immunolocalization of HSP 60 and 70 in the bovine placenta were distinct from the ones found in studies on women, probably due to the differences of the placentation type and to the fact that those samples were collected from abnormal or discontinuous pregnancy. Beef production in Brazil is an important economical activity and studies to improve the bovine reproductive characteristics are necessary and must be expended, therefore our results certainly contributes for further studies on HSP function during pregnancy in this species.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Janaina_Monteiro.pdf (1.93 Mbytes)
Data de Publicação
2007-04-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.