• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2001.tde-19082003-163535
Documento
Autor
Nome completo
Roberto Pimenta de Pádua Fóz Filho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2001
Orientador
Banca examinadora
Miglino, Maria Angelica (Presidente)
Canola, Julio Carlos
Martin, Benedicto Wlademir de
Massone, Flavio
Vulcano, Luiz Carlos
Título em português
Segmentos anátomo-cirúrgicos do baço do eqüino (Equus caballus, Linnaeus 1758)
Palavras-chave em português
Artéria esplênica
Artéria lienal
Arteriografia
Baço
Cintilografia
Eqüino
Esplenectomia
Resumo em português
A vascularização arterial do baço do eqüino foi estudada por meio de radiografias contrastadas, cintilografias, dissecações e moldes. O baço está situado no antímero esquerdo e a sua posição na cavidade abdominal determina uma face parietal lisa e levemente convexa, enquanto que a face intestinal, onde estão localizados os vasos, nervos e ligamentos, é levemente côncava determinando uma área com menor espessura. O estudo da vascularização arterial demonstrou uma área paucivascular que coincide justamente com a área côncava onde a espessura é menor. Este comportamento foi observado tanto nos adultos como nos fetos. Baseado na distribuição dos vasos arteriais a região onde a espessura é menor foi indicada como local de eleição para a incisão no caso de esplenectomias parciais, dividindo o baço do eqüino em dois segmentos anátomo-cirúrgicos. A cirurgia de ressecção parcial do baço não foi descrita, no cavalo, conforme atesta a literatura atual. Duas cirurgias experimentais foram realizadas para comprovar a indicação, demonstrando que a proposta é exeqüível. A análise proporcional da área mostrou que a ressecção parcial na região indicada preserva em média 50% do parênquima.
Título em inglês
Equine spleen segments
Palavras-chave em inglês
Arteriography
Equine
Scintigraphy
Spleen
Splenectomy
Splenic artery
Resumo em inglês
Observation on the mode of parenchymal distribution of equine splenic artery was studied using arteriography, scintigraphy, dissection and corrosion cast. The spleen is situated in the left region of the abdomen. The parietal surface is convex and the visceral surface, where the blood vessels, nerves and ligaments are situated, is concave. The vascular arrangement may lead to division the organ into two anatomicosurgical segments. No literature is available on partial splenectomy in horses. Two partial resection was performed successfully by the method described, this partial resection preserve 50% of spleen parenchyma.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tese_foz.pdf (1.51 Mbytes)
Data de Publicação
2003-08-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.