• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2004.tde-10102006-115132
Documento
Autor
Nome completo
Katia Aparecida da Silva Viegas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Orsi, Antonio Marcos (Presidente)
Bombonato, Pedro Primo
Guazzelli Filho, Joffre
Título em português
Contribuição ao estudo morfológico do ducto deferente de codorna doméstica (Coturnix coturnix) da variedade italiana: estrutura, histofisiologia e possíveis variações sazonais ao longo do ano
Palavras-chave em português
Codorna
Ducto deferente
Histofisiologia
Morfologia
Reprodução sazonal
Resumo em português
Características morfológicas, histomorfométricas, ultraestruturais e tridimensionais do ducto deferente de codorna doméstica (Coturnix coturnix) da variedade italiana foram estudadas e descritas. Para tanto, foram utilizadas 30 codornas sexualmente maduras, procedentes de um criatório da Fazenda Edgardia de Botucatu, Estado de São Paulo, Brasil. Os ductos deferentes foram coletados, observados e documentados ao longo do ano nas estações de outono, inverno, primavera e verão, e estudados por métodos de macro-mesoscopia, microscopia de luz, microscopias eletrônicas de transmissão (MET) e de varredura (MEV). Cada ducto deferente foi reduzido em três segmentos: proximal ou adepididimal; médio ou justa-renal, e distal ou adcloacal. Os estudos ultraestruturais e tridimensionais se concentraram no segmento médio do ducto. Diferenças marcantes na morfologia foram observadas, incluindo características estruturais e histomorfométricas, sobre os valores médios de altura epitelial, diâmetros tubular e luminal dos ductos deferentes, mensurados durante as quatro estações do ano, sendo mais marcantes as observações feitas no outono, a fase quiescente, e na primavera, a fase ativa, do ciclo testicular anual. Nas fases intermediárias do ciclo, compreendendo os meses de inverno (fase recrudescente), e de verão (fase regressiva), os reflexos da cinética testicular sobre a estrutura do ducto deferente se fizeram notar principalmente nas características subcelulares das células principais do epitélio de revestimento. As observações de MEV confirmaram a variabilidade morfológica do ducto deferente nas estações marcantes do ano (outono e primavera) em termos das fases do ciclo testicular anual. Estes estudos permitiram concluir que esta espécie de ave mostra um padrão circanual no ciclo reprodutivo, influenciando as características morfológicas dos ductos excretores do testículo
Título em inglês
Morphological study of the vas deferens of domestic quail (Coturnix coturnix) of Italian variety: structure, histophysiology and possible seasonal variability along the year
Palavras-chave em inglês
Histophysiology
Morphology
Quail
Seasonal reproduction
Vas deferens
Resumo em inglês
The morphological, histomorphometric, ultrastructural and three-dimensional features of the vas deferens of quail (Coturnix coturnix) of the Italian variety were studied and described. For this study were utilized 30 adult sexually active quails taken from the experimental Edgardia Farm of the UNESP, Botucatu, São Paulo, Brazil. The vas deferens was collected, observed and documented along the year in the autumn, winter, spring and summer seasons, and studied by macro-mesoscopy, light microscopy, transmission electron microscopy (TEM) and scanning electron microscopy (SEM). Each vas deferens was reduced in three segments: proximal (adepididymal); middle (just the median lobe of the kidney); and distal (adcloacal). The ultrastructural and three-dimensional studies were concentred in the middle segment of the duct. It was verified marked morphologic differences in the vas deferens, including structural and histomorphometric features concerning the middle values of the epithelial height, tubular and luminal diameters measured during the four seasons of the year. The observations made in the autumn the quiescent phase and in the spring the active phase of the annual testicular cycle were more evident. In the intermediaries phases of the cycle, i.e., the winter (recrudescent phase) and summer (regressive phase), the influence of the testicular kinetic on the vas deferens structure was noted mainly in the subcellular characteristics of principal cells of the epithelium lining. The SEM observations confirmed the morphologic variability of the vas deferens in the main seasons of the year (autumn and spring) concerning to the annual testicular cycle phases. These studies allowed to conclude that this avian species showed a circunannual pattern of the reproductive cycle, influencing the morphological features of the excurrent ducts of the testis
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2006-11-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.