• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2007.tde-28092007-114939
Documento
Autor
Nome completo
Claudiney de Melo Martins
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Baruselli, Pietro Sampaio (Presidente)
Nogueira, Marcelo Fábio Gouveia
Sartori Filho, Roberto
Título em português
Diferentes protocolos de superovulação com inseminação artificial em tempo fixo em Bos taurus e Bos indicus
Palavras-chave em português
Bos taurus
Bos indicus

Superovulação e Produção de embriões
Transferência de embrião
Resumo em português
Esse estudo está apresentado em Capítulo 1 (Protocolo de Superovulação com IATF em Bos taurus) e Capítulo 2 [Protocolos de superovulação com IATF em Bos indicus, com 3 experimentos; 1- Momento da administração de LH em vacas Nelore (Bos indicus) superovuladas e inseminadas em tempo fixo; 2- Efeito da administração de progesterona injetável no início do protocolo de sincronização para superovulação com IATF em vacas Nelore; 3- Efeito do número de inseminações em vacas Nelore superovuladas e inseminadas em tempo fixo]. No Capítulo 1 objetivou-se avaliar o momento da retirada do dispositivo de P4 (DIB®) e da administração de LH em vacas Holandesas. Dezesseis vacas receberam DIB (D-1) e 2mg de BE (D0). Superovulou-se com 200mg de FSHp em 8 doses decrescentes a partir do D4. No D6, administrou-se PGF e estabeleceram-se quatro grupos: P24LH48 (retirada do DIB 24h e LH 48h pós PGF); P24LH60 (retirada 24h e LH 60h); P36LH48 (retirada 36h e LH 48h) e P36LH60 (retirada 36h e LH 60h; fatorial 2x2; cross-over). Realizou-se a IATF 12 e 24h pós LH. Os efeitos principais para P24vsP36 e LH48vsLH60 foram: taxa de ovulação (TO; 49,9 ± 5,7 vs 60,9± 4,8% e 53,1±5,3 vs 57,5±5,4%; P>0,05), estruturas totais (ETot; 4,4±0,9 vs 5,0±0,9 e 3,8±0,7 vs 5,7±1,0; P>0,05), embriões transferíveis (ET; 3,0±0,7 vs 4,1±0,9 e 2,3±0,5a vs 4,9±0,9b; P<0,05) e embriões congeláveis (EC; 2,9±0,7 vs 3,8±0,8 e 2,1±0,5a vs 4,7±0,9b; P<0,05). O LH 60h pós PGF aumentou o número de ET e EC em Holandesas. No Capítulo 2, estudaram-se diferentes protocolos de superovulação com IATF em Nelore. No Experimento 1, vinte vacas foram superovuladas (P24) e tratadas com LH 48h (G-LH48) ou 60h (G-LH60) pós PGF (cross-over). Não houve diferença (P>0,05) para: número de folículos >8mm no LH (FolLH; 12,5±1,5 vs 9,4±1,0) e TO (71,0±4,2 vs 64,6±4,0%). No entanto, verificou-se diferença (P<0,05) para: intervalo primeira/última ovulação (IntOV; 15,0±2,1a vs 21,0±1,7bh), ETot (7,5±1,0a vs 5,1±0,5b), ET (6,2±1,0a vs 3,1±0,5b) e EC (5,9±0,9a vs 2,5±0,5b). O LH 48h pós PGF apresentou maior eficiência em Nelore. No Experimento 2, dez vacas receberam o protocolo P36LH48 e foram divididas em dois grupos no D0: Grupo BE (2mg) + P4 (50mg; G-BE+P4) ou Grupo BE (2mg; G-BE; cross-over). Os resultados para o G-BE+P4 e G-BE foram: emergência da onda folicular (EM; 3,6±0,2 e 4,0±0,1 d; P>0,05), variação da EM (2,5 a 4,5 vs 3,5 a 4,5d; P=0,06), FolLH (16,2±1,4 vs 18,5±1,1; P>0,05), IntOV (32,4±1,8 vs 33,6±1,6h; P>0,05), ETot (7,7±0,8 vs 9,2±1,2; P>0,05), ET (6,2±0.6 vs 7,2±1,1; P>0,05), EC (5,1±0,7 vs 6,3±1,0; P>0,05) e ED (0,6±0,2 vs 0,8±0,2; P>0,05). Não houve efeito da P4 i.m no D0. No Experimento 3, dez vacas foram divididas em: G-1IATF (16h pós LH) e G-2IATF (12 e 24h pós LH; cross-over). Os efeitos dos tratamentos G-1IATF e G-2IATF foram: FolLH (16,2±1,4 vs 14,8±1,2; P>0,05), ETot (8,2±0,9 vs 7,2±0,8; P>0,05), ET (4,3±0,7 vs 4,2±0,6; P>0,05), EC (2,9±0,6 vs 2,8±0,4; P>0,05) e estruturas não fertilizadas (0,6±0,2 vs 0,8±0,2; P>0,05). Não houve diferença na produção de embriões quando do emprego de uma ou duas IATFs.
Título em inglês
Different superovulation protocols with fixed time artificial insemination in Bos taurus and Bos indicus
Palavras-chave em inglês
Bos taurus
Bos indicus

Embryo transter
Superovulation and Embryo production
Resumo em inglês
This study is presented in Chapter 1 (Superovulations protocols with FTAI for Bos taurus) and Chapter 2 (Superovulation protocols with FTAI for Bos indicus), in this Chapter are included three experiments [1 - Moment of the application of LH in cows Nelore (Bos indicus); 2 - Effect of the injectable progesterone administration in the day 0 in Nelore cows; 3 - Effect of the number of inseminations in superstimulated and fixed-time inseminated Nelore cows]. On Chapter 1, it went to evaluate the time of intravaginal P4 device (DIBTM) withdrawal and the application of LH in Holstein cows superstimulated with FTAI. Sixteen cows, treated with DIB (D-1) and 2mg of EB (D0) were assigned in four groups (superstimulation with 200mg of FSHp in 8 decreasing doses starting on D4). On D6, PGF was administered and the cows were accomplished in four groups: P24LH48; P24LH60; P36LH48 and P36LH60 (cross-over). The FTAIs were performed 12 and 24h after LH. The main effects for treatments P24 vs P36 and LH48vsLH60 were: ovulation rate (OR; 49.9±5.7 vs 60.9±4.8% and 53.1±5.3 vs 57.5±5.4%; P>0.05), total of structures (TS; 4.4±0.9 vs 5.0±0.9 and 3.8±0.7 vs 5.7±1.0; P>0.05), transferable embryos (TE; 3.0±0.7 vs 4.1±0.9 and 2.3±0.5a vs 4.9±0.9b; P<0.05) and suitable to freezing embryos (FE; 2.9±0.7 vs 3.8±0.8 and 2.1±0.5a vs 4.7±0.9b; P<0.05). The LH 60h after prostaglandin increased the TE and FE in Holstein cows. In the Chapter 2, it was studied different superstimulation with FTAI protocols in Nelore. In the first Experiment cows (n=20) were superovulated and treated with LH 48h (G-LH48) or 60h (G-LH60) after prostaglandin. There were no significant (P>0.05) differences in the variables between LH48 and LH60: number of follicles >8mm at the time of LH (FolLH12.5±1.5 and 9.4±1.0), OR [169/249 (71.0±4.2 %) and 120/187 (64.6±4.0%)]. However, there were differences (P<0.05) between G-LH48 and G-LH60 in the variables: interval first/last ovulation (IntOV15.0±2.1a and 21.0±1.7b), TS (7.5±1.0a and 5.1±0.5b), TE (6.2±1.0a and 3.1±0.5b), and FE (5.9±0.9a and 2.5±0.5b). The LH 48h after prostaglandin was more efficient in Nelore cows. In second experiment, ten Nelore cows were divided in two groups (D0): EB plus injectable progesterone group (G-BE+P4); or EB group (G-BE). The results for G-BE+P4 and G-BE were: follicular wave emergency in days (FE; 3.6±0.2 and 4.0±0.1; P>0.05), variation in FE [(2.5 to 4.5) and (3.5 to 4.5)], IntOV (32.4±1.8 and 33.6±1.6; P>0.05), TS (7.7±0.8 and 9.2±1.2; P>0.05), degenerated embryos (0.6±0.2 and 0.8±0.2; P>0.05), TE (6.2±0.6 e 7.2±1.1; P>0.05), and FE (5.1±0.7 and 6.3±1.0; P>0.05). The third Experiment, ten Nelore cows were divided in two groups: G-1IATF (16h after LH) or G-2IATF (12 and 24h after LH). The results for G-1IATF and G-2IATF were: FolLH (16.2±1.4 and 14.8±1.2; P>0.05), TS (8.2±0.9 and 7.2±0.8; P>0.05), TE (4.3±0.7 and 4.2±0.6; P>0.05), FE (2.9±0.6 and 2.8±0.4; P>0.05) and unfertilized structures (0.6±0.2 and 0.8±0.2; P>0.05). There was no difference on embryo production when the cows were inseminated one (16h) or two (12 and 24h) inseminations.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-10-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.