• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Bernardo Marcozzi Bayeux
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Baruselli, Pietro Sampaio (Presidente)
Souza, Alexandre Henryli de
Watanabe, Yeda Fumie
Título em português
Efeito da categoria (pré púberes, púberes e prenhes) na produção in vitro de embriões de novilhas da raça Holandesa
Palavras-chave em português
Bos taurus
Holandesa
Novilha
OPU
Pré púbere
Resumo em português
O objetivo do presente estudo foi avaliar a produção in vitro de embriões (PIVE) em novilhas da raça Holandesa. Um total de 179 novilhas de três categorias [novilhas pré púberes (PP), n = 60; novilhas púberes (PU), n = 60 e novilhas prenhes (PR), n = 59)] foram submetidas à aspiração folicular (OPU) sem sincronização prévia da onda de crescimento folicular. Realizaram-se seis sessões de OPU com dez animais de cada categoria por réplica. O total de estruturas recuperadas e a quantidade e qualidade de oócitos foram registrados. Os oócitos viáveis foram submetidos à PIVE e foi avaliado o desenvolvimento embrionário (taxa de clivagem e de blastocisto). Foi utilizado sêmen de um único touro e de mesma partida para fertilização dos oócitos. As variáveis foram analisadas pelo procedimento GLIMMIX do SAS®. Novilhas PU apresentaram maior população folicular quando comparadas às novilhas PP e PR (PP = 13,7b± 1,43; PU = 20,2 ± 1,64a; PR = 14,0 ± 1,74b; P = 0,0002). Não foi verificada diferença na taxa de recuperação de oócitos entre os grupos experimentais (PP = 66,6%; PU = 75,4%; PR = 62,9%; P = 0,26). No entanto, houve maior número de oócitos recuperados em novilhas PU quando comparado às demais categorias (PP = 9,75 ± 1,29b; PU = 15,6 ± 1,42a; PR = 9,85 ± 1,60b; P = 0,002). Não houve diferença na taxa de oócitos viáveis (PP = 48,5%; PU = 58,9% e PR = 58,3%; P = 0,41), entretanto, a taxa de clivagem foi inferior em novilhas PP (PP = 28,2%c; PU = 55,2%b; PR = 67,8%a; P < 0,0001). Além disso, a taxa de blastocisto (PP = 2,3%c; PU = 11,9%b; PR = 20,3%a; P < 0,0001) e o número de embriões produzidos por OPU (PP = 0,13 ± 0,05c; PU = 0,90 ± 0,17b; PR = 1,76 ± 0.32a; P < 0,0001) foi inferior em novilhas PP. Os dados do presente estudo são indicativos de que novilhas PR apresentam maior eficiência na PIVE quando comparadas às novilhas PP e PU. Ainda, observa-se que os resultados da PIVE em novilhas PP são significativamente inferiores às novilhas PU.
Título em inglês
Effect of category (prepubertal pubertal and pregnant) on in vitro embryo production in Holstein heifers
Palavras-chave em inglês
Bos taurus
Heifers
Holstein
OPU
Prepubertal
Resumo em inglês
O objetivo do presente estudo foi avaliar a produção in vitro de embriões (PIVE) em novilhas da raça Holandesa. Um total de 179 novilhas de três categorias [novilhas pré púberes (PP), n = 60; novilhas púberes (PU), n = 60 e novilhas prenhes (PR), n = 59)] foram submetidas à aspiração folicular (OPU) sem sincronização prévia da onda de crescimento folicular. Realizaram-se seis sessões de OPU com dez animais de cada categoria por réplica. O total de estruturas recuperadas e a quantidade e qualidade de oócitos foram registrados. Os oócitos viáveis foram submetidos à PIVE e foi avaliado o desenvolvimento embrionário (taxa de clivagem e de blastocisto). Foi utilizado sêmen de um único touro e de mesma partida para fertilização dos oócitos. As variáveis foram analisadas pelo procedimento GLIMMIX do SAS®. Novilhas PU apresentaram maior população folicular quando comparadas às novilhas PP e PR (PP = 13,7b± 1,43; PU = 20,2 ± 1,64a; PR = 14,0 ± 1,74b; P = 0,0002). Não foi verificada diferença na taxa de recuperação de oócitos entre os grupos experimentais (PP = 66,6%; PU = 75,4%; PR = 62,9%; P = 0,26). No entanto, houve maior número de oócitos recuperados em novilhas PU quando comparado às demais categorias (PP = 9,75 ± 1,29b; PU = 15,6 ± 1,42a; PR = 9,85 ± 1,60b; P = 0,002). Não houve diferença na taxa de oócitos viáveis (PP = 48,5%; PU = 58,9% e PR = 58,3%; P = 0,41), entretanto, a taxa de clivagem foi inferior em novilhas PP (PP = 28,2%c; PU = 55,2%b; PR = 67,8%a; P < 0,0001). Além disso, a taxa de blastocisto (PP = 2,3%c; PU = 11,9%b; PR = 20,3%a; P < 0,0001) e o número de embriões produzidos por OPU (PP = 0,13 ± 0,05c; PU = 0,90 ± 0,17b; PR = 1,76 ± 0.32a; P < 0,0001) foi inferior em novilhas PP. Os dados do presente estudo são indicativos de que novilhas PR apresentam maior eficiência na PIVE quando comparadas às novilhas PP e PU. Ainda, observa-se que os resultados da PIVE em novilhas PP são significativamente inferiores às novilhas PU. The objective of the present study was to evaluate the in vitro embryo production in Holstein heifers. A total of 179 heifers of three categories [prepubertal heifers (PP), n = 60; pubertal heifers (PU), n = 60 and; pregnant heifers (PR), n = 59)] were submitted to Ovum Pick-Up (OPU) without previous synchronization of follicular wave. Six OPU sessions were conducted with ten animals of each category per session. The total number of retrieved structures and the quantity and quality of the oocytes were registered. The viable oocytes were submitted to in vitro embryo production and the embryonic development (cleavage and blastocyst rates) was assessed. Semen from a single sire was used for oocytes fertilization. The variables were analyzed using the GLIMMIX procedure of SAS®. PU heifers presented greater follicular population when compared to the PP and PR heifers (PP = 13.7b ± 1.43; PU = 20.2 ± 1.64a; PR = 14.0± 1.74b; P = 0.0002). No difference was observed among the experimental groups regarding the oocyte recovery rate (PP = 66.6%; PU = 75.4%; PR = 62.9%; P = 0.26). However, PU heifers had more recovered oocytes when compared to the other categories (PP = 9.75 ± 1.29b; PU = 15.6 ± 1.42a; PR = 9.85 ± 1.60b; P = 0.002). There was no significant differences on the viable oocytes rate (PP = 48.5%; PU = 58.9% and PR = 58.3%; P = 0.41). Moreover, the cleavage rate was lower in PP heifers (PP = 28.2%c; PU = 55.2%b; PR = 67.8%a; P < 0.0001). The blastocyst rate (PP = 2.3%c; PU = 11.9%b; PR = 20.3%a; P < 0.0001) and the number of produced embryos per OPU (PP = 0.13 ± 0.05c; PU = 0.90 ± 0.17b; PR = 1.76 ± 0.32a; P < 0.0001) was lower for PP heifers. The data of the present study indicate that PR heifers present higher efficacy on the in vitro embryo production when compared to PP and PU heifers. Furthermore, it is observed that the IVEP results in PP heifers is significantly inferior to PU heifers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.