• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo Carbonari Chebel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Baruselli, Pietro Sampaio (Presidente)
Bo, Gabriel Amilcar
Gimenes, Lindsay Unno
Pugliesi, Guilherme
Sales, José Nélio de Sousa
Título em inglês
Association between body condition score change during the dry-period and postpartum health and performance
Resumo em inglês
The transition between the dry and lactating periods is fundamental for the health and performance of dairy cows. Commonly on farms, animal management conditions in the transition period are inappropriate (i.e., heat stress, limited availability of food and water), increasing the risk of peri-partum diseases and reduced milk production. Body condition score (BCS) subjectively determines the amount of subcutaneous adipose tissue of an animal and the change in BCS subjectively estimates the energy balance of the animal, as a change in 0.25 unit in BCS represents a change in approximately 18 kg in body weight. The objectives of the current study were to determine the association between body condition score change during the dry- period (ΔBCS) and postpartum health and reproductive and productive performance of Holstein cows. Data from 16,104 lactations from 9,950 parous cows from two dairies located in the San Joaquin Valley of California were used. Within dairy, cows were scored for body condition (BCS) at dry-off and parturition by the same herdsmen, who were trained by veterinarians from the Veterinary Medicine Teaching and Research Center of the University of California Davis. Cows were classified as having excessive loss of BCS (ELBCS, ΔBCS ≤ -0.75; n = 1,604), moderate loss of BCS (MLBCS, ΔBCS = -0.5 to -0.25; n = 6,430), no change in BCS (NCBCS, ΔBCS = 0; n = 4,819), and gained BCS (GBCS, ΔBCS ≥ 0.25; n = 3,251). Data regarding morbidity, mortality, and reproductive and productive performance were recorded until 305 d postpartum or until cows were dried-off or left the herd. Loss of BCS during the dry-period was associated with greater incidence of uterine disease and indigestion. Additionally, loss of BCS during the dry-period was associated with greater likelihood of treatment with antimicrobials, anti-inflammatory, and supportive therapy. Loss of BCS during the dry-period was associated with reduced likelihood of pregnancy after the first and second postpartum inseminations. Cows that gained BCS during the dry-period had greater yield of milk, fat, and protein and had reduced somatic cell linear score in the subsequent lactation. In the current study, loss of BCS during the dry-period was a predisposing factor associated with health disorders and reduced productive and reproductive performance in Holstein cows.
Título em português
Associação entre mudança de condição corporal no período seco e saúde e performance pós-parto
Palavras-chave em português
Desempenho
Escore corporal
Período seco
Vacas leiteiras
Resumo em português
A transição entre os períodos seco e lactante é fundamental para a saúde e performance de vacas leiteiras. Comumente em propriedades rurais, as condições de manejo de animais no período de transição são inapropriadas (i.e. estresse calórico, disponibilidade de alimento e água limitada), aumentando o risco de doenças peri-parto e redução na produção de leite. O escore de condição corporal (ECC) determina subjetivamente a quantidade de tecido adiposo subcutâneo de um animal, enquanto a mudança de ECC indica subjetivamente o balanço energético do mesmo, já que uma mudança de 0,25 unidade no ECC representa uma mudança de aproximadamente 18 kg no peso corporal. Os objetivos do presente estudo foram determinar a associação entre a alteração do escore de condição corporal durante o período seco (ΔECC) e a saúde pós-parto e o desempenho reprodutivo e produtivo de vacas holandesas. Dados de 16.104 lactações de 9.950 vacas de duas fazendas leiteiras localizadas no Vale de São Joaquim da Califórnia foram utilizados. Em cada fazenda, as vacas foram classificadas quanto ao ECC no momento da secagem e do parto pelos mesmos funcionários, que foram treinados por veterinários do Centro de Pesquisa e Ensino de Medicina Veterinária da Universidade da Califórnia em Davis. As vacas foram classificadas como tendo perda excessiva de ECC (ELBCS, ΔECC ≤ -0,75; n = 1,604), perda moderada de ECC (MLBCS, ΔECC = -0,5 a -0,25; n = 6,430), sem alteração no ECC (NCBCS, ΔECC = 0; n = 4.819), e ganho de ECC (GBCS, ΔECC ≥ 0,25; n = 3.251). Os dados referentes à morbidade, mortalidade e ao desempenho reprodutivo e produtivo foram registrados até 305 dias pós-parto ou até que as vacas fossem secadas ou deixassem o rebanho. A perda de ECC durante o período seco foi associada com maior incidência de doença uterina e indigestão de alimentos. Além disso, a perda de ECC durante o período seco foi associada à maior probabilidade de tratamento com antimicrobianos, terapia anti-inflamatória e de suporte. A perda de ECC durante o período seco foi associada com a redução da probabilidade de prenhez após a primeira e segunda inseminações pós-parto. As vacas que ganharam ECC durante o período seco apresentaram maior produção de leite, gordura e proteína, e redução do escore linear de células somáticas na lactação subsequente. Os dados do presente estudo foram indicativos de que a perda de ECC durante o período seco é fator predisponente associado a distúrbios de saúde e redução do desempenho produtivo e reprodutivo de vacas Holandesas.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.