• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2014.tde-24032015-094737
Documento
Autor
Nome completo
Júlio César Barboza da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Madureira, Ed Hoffmann (Presidente)
Pugliesi, Guilherme
Silva, Luciano Andrade
Título em português
Utilização de FSH durante a sincronização da emergência da onda de crescimento folicular de doadoras submetidas à Ovum Pick Up, visando melhorar a produção in vitro de embriões
Palavras-chave em português
Folículo
Oócito
OPU
Prostaglandina
Vaca holandesa
Resumo em português
Biotecnologias como a Ovum Pick-Up e a Produção In vitro de embriões (OPU-PIVE) tem sido uma importante ferramenta para alcançar o melhoramento genético rápido nos rebanhos, diminuindo o intervalo entre gerações. No Brasil, a PIVE está em fase de crescimento e representa 70,7% de toda a produção in vitro mundial. Contudo a OPU-PIVE é ainda ineficiente em vacas de leite, especialmente devido à sua reduzida população folicular. Muitos estudos têm mostrado um efeito positivo do FSH em gado de leite e corte. Recentemente, a pré-estimulação com FSH mostrou ser capaz de aumentar o diâmetro dos folículos aspirados e a porcentagem de embriões transferíveis. O FSH estimula o recrutamento dos folículos na fase antral, fazendo com que eles possam se desenvolver até o momento em que ocorre a divergência e um ou mais folículos se torne dominante. A hipótese do presente estudo é que o uso de FSH (200 mg), fracionado em 4 ou 6 aplicações, em vacas holandesas não lactantes, com emergência de onda folicular sincronizada, aumenta o número de folículos ovarianos, o número de oócitos viáveis e a quantidade de embriões na produção in vitro. Trinta e seis vacas Holandesas não lactantes foram utilizadas como doadoras de oócitos e distribuídas em três tratamentos: Controle (C), 4 aplicações de FSH (F4) e 6 aplicações de FSH (F6). Todas as vacas foram submetidas ao mesmo protocolo de sincronização de emergência de onda folicular, diferindo apenas pela administração e número de 4 ou 6 doses de FSH, conforme descrito acima. Em dia aleatório do ciclo estral (D0), todas as vacas receberam um dispositivo de P4 (Primer®, Tecnopec-Agener União, São Paulo, SP, Brasil) e 2 mg de benzoato de estradiol (Ric-BE®, Tecnopec-Agener União, São Paulo, SP, Brasil). Três dias após (D3), foi administrado 0,530 mg de Cloprostenol Sódico (Cioprostinn®, Innovare Biotecnologia e Saúde Animal Ltda, Monte Aprazível, SP, Brasil), induzindo a luteólise com a intenção de liberar espaço no estroma ovariano para o crescimento folicular e facilitar a visualização de folículos na OPU. Vacas do grupo C não receberam tratamentos adicionais. Vacas do grupo F4 receberam 200 mg de FSH (Folltropin - Bioniche Anim,al Health, Belleville, ON, Canadá) fracionados em 4 aplicações de equivalentes concentrações em intervalos de 12 h, iniciando no D4 pela manhã. Vacas do grupo F6 receberam 200 mg de FSH fracionados em 6 aplicações de equivalentes concentrações em intervalos aproximados de 12 h, tendo início no D3 pela manhã. No D7, o dispositivo foi removido e a OPU realizada concomitantemente à contagem dos folículos existentes nos ovários. Os oócitos considerados viáveis foram fertilizados in vitro com sêmen sexado de touros da raça Holandesa. Os dados foram analisados pelo PROC GLIMIX do SAS 9.3, utilizando contrastes ortogonais C1 (C x FSH) e C2 (F4 x F6). Não houve efeito de tratamento no número de folículos (C = 53,3 ± 4,9 vs FSH = 51,36 ± 3,1;P = 0,89), número total de oócitos (C = 19,46 ± 1,64 vs FSH = 18,47 ± 1,27; P = 0,55), número de oócitos viáveis (C = 12,57 ± 1,26 vs FSH = 12,70 ± 1,03; P= 0,606), taxa de recuperação de oócitos (C = 36,5% vs FSH = 36,0%; P = 0,48) e produção de embriões in vitro (C = 4,11 ± 0,52 vs FSH = 4,32 ± 0,46; P = 0,79). Apesar de não ter havido efeito no número de folículos, o tratamento com FSH alterou a distribuição dos mesmos, proporcionando o aumento no número de folículos médios (6 a 10 mm). No entanto, não houve efeito do tratamento com FSH no número de oócitos totais e viáveis recuperados, nem na produção de embriões.
Título em inglês
Use of FSH during synchronization of emergence of follicular wave in donors submitted to Ovum Pick Up, as an atempt to improve the in vitro production of embryos
Palavras-chave em inglês
Follicle
Holstein
Oocyte
OPU
Prostaglandin
Resumo em inglês
Reproductive biotechnologies such as Ovum Pick-Up and in vitro Embryo production (OPU-IVEP) have been widely used as important tools to achieve faster genetic improvement in herds, diminishing the intervals between generations. In Brazil, in vitro Embryo Production (IVEP) is growing in popularity and accounts for 70.7% of all in vitro embryo production worldwide. However, the OPU-IVEP is still poorly efficient in high-producing dairy cattle, especially because of their reduced follicular population. Several studies have shown a positive effect of FSH on OPU-IVEP yeld. Recently, FSH pre-stimulation has shown to be able to increase the diameter of aspirated follicles and the percentage of transferable embryos. The hormone FSH stimulates follicle recruitment in the antral phase, in the way that they develop until the moment of divergence and one or more follicles becomes dominant. The hypothesis of this study is that the use of 200mg FSH split into 6 doses in non-lactating Holstein cows with a synchronized follicular wave emergence increases the number of follicles, the recovery rate and the number of embryos produced in vitro. Thirty six Holstein cows used as oocyte donors were homogenously allocated to one of three treatment groups in a 3x3 Latin square design: Control (C); 4 doses of FHS (FSH4); 6 doses of FSH (F6). All cows were synchronized using the same protocol for synchronization of follicular wave emergence, except for the administration and number of doses of FSH as previously described. At random days of the estrous cycle known as D0, all cows received an intravaginal P4 device (Primer®, Tecnopec-Agener União, São Paulo, Brazil) and 2mg estradiol benzoate (Ric-BE®, Tecnopec-Agener União). Three days after (D3), all cows received 0.530 mg D-Cloprostenol (Cioprostinn®, Innovare Biotecnologia e Saúde Animal Ltda, Monte Aprazível, SP, Brasil). Cows from the Control group received no additional treatment. Cows from group FSH4 were treated with 200 mg of FSH split in 4 doses of similar concentration given approximately 12 h apart, starting on D4 AM. Cows form group FSH6 were treated with 200 mg of FSH split in 6 doses of similar concentration given approximately 12 h apart, starting on D3 AM. On D7, the device was removed and OPU was performed concomitant with antral follicle count in each ovary. The oocytes considered as viable were sent to IVEP. Data was analyzed using the Glimmix of SAS 9.3, with orthogonal contrasts C1 (C x Treatment with FSH) and C2 (FSH4 x F6). There was no effect on the number of antral follicle (C = 53.3 ± 4.9 vs FSH = 51.36 ± 3.1;P = 0.89), number of total oocytes (C = 19.46 ± 1.64 vs FSH = 18.47 ± 1.27; P = 0.55), number of viable oocytes (C = 12.57 ± 1.26 vs FSH = 12.70 ± 1.03; P= 0.61), oocyte recovery rate (C = 36.5% vs FSH = 36.0%; P = 0.48) and number of embryos produced in vitro (C = 4.11 ± 0.52 vs FSH = 4.32 ± 0.46; P = 0.79). Although FSH treatment did not affect the number of follicles, it affected the distribution of them, increasing the number of follicles from 6 to 10 mm. However, FSH treatment did not alter the total number of oocytes and number of viable oocytes or embryo production.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-07-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.