• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2008.tde-23012009-160254
Documento
Autor
Nome completo
Karen Regina Peres
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Arruda, Rubens Paes de (Presidente)
Blazquez, Francisco Javier Hernandez
Fernandes, Claudia Barbosa
Madureira, Ed Hoffmann
Meira, Cezinande de
Título em português
Emprego tópico de prostaglandina da família E ou de análogo com o intuito de acelerar a migração de embriões eqüinos para o útero e imunolocalização dos respectivos receptores
Palavras-chave em português
Égua
Prostaglandinas E
Receptores
Sistema genital
Transporte embrionário
Resumo em português
Ao contrário de outras espécies de animais domésticos, na égua os embriões descem tardiamente para o útero, creditando-se isto a uma dependência da PGE2. Conseqüentemente, são recuperados embriões que já estão em fases mais avançadas de desenvolvimento (blastocisto e blastocisto expandido) e com um tamanho que normalmente ultrapassa os 300 micrômetros quando a colheita é realizada após o 6º dia. Isto reflete em um insucesso nos protocolos de criopreservação embrionária. Em razão deste problema, testou-se a eficácia da aplicação da PGE2 por dois métodos (experimento I) e a eficácia da PGE1 e do análogo misoprostol (experimento II) na promoção da recuperação antecipada de embriões. Os dois experimentos foram realizados em éguas superestimuladas com Extrato de Pituitária Eqüina. No primeiro experimento, no 4º dia após a ovulação (D4), duas éguas foram submetidas à laparoscopia pela fossa paralombar para a deposição de 0,2 mg de PGE2 em gel sobre a tuba uterina e em outras três éguas a PGE2 foi administrada topicamente sobre a junção útero-tubárica (JUT) com auxílio de uma pipeta flexível (método não-cirúrgico). Vinte e quatro horas após a deposição do gel (D5), para ambos os métodos, foi realizada uma primeira tentativa de recuperação embrionária sendo que não foram recuperados embriões. Uma nova tentativa foi realizada entre o D6-6,5, sendo que desta vez, foram recuperados dois embriões das cinco éguas (40%), um de cada grupo. No segundo experimento, duas aplicações de 0,2 mg de PGE1 100% (n=5) ou de misoprostol 1% (n=5) diluídos em gel foram realizadas na região da JUT, no D4, pelo método não-cirúrgico. Não foram recuperados embriões no D5 das éguas que receberam PGE1 (0/5) e apenas de uma delas foram recuperados dois embriões no D6-6,5. Do grupo que recebeu misoprostol recuperaram-se três embriões de diferentes éguas no D5 (3/5), sendo uma mórula e dois embriões de sete dias provenientes de ovulações não-sincrônicas. No D6, entretanto, foram recuperados oito embriões de todas as éguas (5/5) que receberam misoprostol, resultado que é significativamente superior (P=0,048) ao do grupo que recebeu PGE1 (1/5). Apesar do pequeno número de animais, foram recuperados 11 embriões das 12 ovulações que ocorreram nas éguas do grupo misoprostol, todos com diâmetro igual ou inferior a 300 micrômetros. No último experimento detectou-se qualitativamente por imuno-histoquímica os diferentes subtipos de receptores (EP1 a EP4) para as PGE no útero, na JUT e nos diferentes segmentos da tuba uterina das éguas, em todas as fases do ciclo estral e durante dois períodos da gestação, porém, há uma menor quantidade (P< 0,0001) de receptores do subtipo EP1 em comparação aos demais subtipos. Os resultados obtidos por imuno-histoquímica indicam que realmente parece ser efetiva a administração tópica de PGE na JUT pelo método não-cirúrgico e os resultados obtidos nos dois primeiros experimentos demonstram que apesar de não antecipar a descida do embrião eqüino para o útero, o protocolo utilizando misoprostol 1% em éguas superovuladas mostrou-se eficaz em aumentar de maneira significativa a recuperação de embriões de seis dias com características desejáveis para a criopreservação.
Título em inglês
Topic application of prostaglandin E family or analogous aiming the acceleration of the migration of equine embryos to the uterus and immunolocalization of the respective receptors
Palavras-chave em inglês
Embryonic migration
Genital System
Mare
Prostaglandin E
Receptors
Resumo em inglês
Differently of any other ways of occurrence among the domestic animals, concerning mares, their embryos migrate in a delayed lapse of time to their uterus due to a correlation to the PGE2. Consequently, one extracts embryos which are already into some more advanced phase of their development (blastocyst and expanded blastocyst) normally exceeding 300 micrometers when their extraction is performed after the 6th day. This fact results into a failure concerning the protocols of embryonic cryopreservation. Regarding this problem, the effectiveness of applying PGE2 using two different methods (experiment I) and the effectiveness of PGE1 and the analogous misoprostol (experiment II) for promoting the anticipated extraction of the embryos, were evaluated. Both experiments were carried on some superstimulated mares using Equine Pituitary Extract. Experiment I: after the 4th day after the ovulation (D4), two mares were submitted to laparoscopy through the flank for depositing 0.2mg of PGE2 gel on the oviduct; to three other mares PGE2 was topically applied on the uterus-tube junction (UTJ) with the aid of a flexible pipette (not-surgical method). Twenty and four hours after the gel disposal (D5) regarding both methods, a first attempt for extracting the embryos was unsuccessfully performed. Another attempt was performed between the D6-6.5, and this time two embryos were extracted from the five mares (40%), one of each group. Experiment II: two applications of 0.2mg of PGE1 gel 100% (n=5) or misoprostol gel 1% (n=5) were accomplished on the UTJ region, at D4, through the not-surgical method. There werent any extracted embryos at D5 from the mares which had received PGE1 (0/5) and there were just two embryos extracted from a mare at D6-6.5. From the group which had received misoprostol three embryos from different mares were extracted at D5 (3/5), being a morula and two embryos aged seven days, from not-synchronous ovulations. However, at D6, eight embryos were extracted from all of the mares (5/5) which have received misoprostol, a significantly superior result (P=0.0048) comparing to the group which received PGE1 (1/5). Although the small number of animals, there were extracted eleven embryos from the twelve ovulations into the group which received misoprostol, all of them with a diameter 300 micrometers. In the last experiment it was qualitatively detected by immunohistochemistry the different receptor subtypes (EP1 to EP4) for the PGEs in the uterus, on the UTJ and in the different segments of the oviduct, in all stages of the estrous cycle and during two periods of gestation; however, there is a smaller amount (P<0.0001) of the receptor subtype EP1 in comparison to the other subtypes. The obtained results by immunohistochemistry genuinely indicate that the topical application of PGE on the UTJ through a not-surgical method seems effective and the obtained results in the first two experiments show that even though it doesnt anticipate the embryos migration to the uterus, the protocol using misoprostol 1% in superstimulated mares was significantly effective for increasing the extraction of embryos aged six days with desirable characteristics for the cryopreservation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-01-27
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • ARRUDA, R. P., et al. Biotécnicas aplicadas à avaliação do potencial de fertilidade do sêmen eqüino. Revista Brasileira de Reprodução Animal [online], 2007, vol. 31, p. 8-16. Dispon?vel em: http://www.cbra.org.br.
  • ANDRADE, A. F. C., et al. Effects of seminal plasma adding in motility maintenance on cryopreserved equine spermatozoa. In XXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Tecnologia de Embriões, Costa do Sauípe, 2007. Acta Scientiae Veterinariae.Porto Alegre : UFRG, 2007. Resumo. Dispon?vel em: http://www.ufrgs.br/favet/revista.
  • ANDRADE, A. F. C., et al. Integrity of the plasma and acrosomal membranes evaluated by flow cytometry: What is the effect of addition of seminal plasma on these characteristics?. In XXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Tecnologia de Embriões, Costa do Sauípe, 2007. Acta Scientiae Veterinariae.Porto Alegre : UFRGS, 2007. . : http://www.ufrgs.br/favet/revista.
  • ANDRADE, A. F. C., et al. Seminal plasma reduce acrosome reaction in post-thawed equine spermatozoa. In Simpósio Internacional de Biologia e Reprodução Animal, Belo Horizonte, 2006. Animal Reproduction., 2006. Resumo.
  • ARRUDA, R. P., et al. Biotécnicas Aplicadas a la Criopreservacion y Evaluacion de Sêmen Equino. In V Seminário Internacional de Reproducción en Grandes Animales, Bogotá, 2006. Anais do V Seminário Internacional de Reproducción en Grandes Animales., 2006.
  • ARRUDA, R. P., et al. Biotécnicas Aplicadas a la Evaluación de Sêmen Criopreservado Bovino. In V Seminário Internacional de Reproduccion en Grandes Animales, Bogotá, 2006. Anais do V Seminário Internacional de Reproduccion en Grandes Animales., 2006.
  • ARRUDA, R. P., et al. Effects of Addition of Seminal Plasma on Lifespan of Frozen Thawed Equine Spermatozoa. In 5 th International Symposium on Stallion Reproduction, Gramado, 2008. Animal Reproduction Science. : Elsevier, 2008. Abstract.
  • ARRUDA, R. P., et al. Influência da qualidade do sêmen nos resultados de prenhez em programas de IATF e TETF. In 2º Simpósio Internacional de Reprodução Animal Aplicada, Londrina, 2006. Biotecnologia da Reprodução em Bovinos., 2006.
  • PERES, K. R., et al. Eficácia de duas técnicas utilizando PGE2 para promover a migração antecipada de embriões com potencial para criopreservação em éguas superovuladas - Dados Preliminares. In Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Tecnologia de Embriões, Araxá, 2006. Acta Scientiae Veterinariae (UFRGS. Impresso)., 2006. Resumo.
  • RAPHAEL, C. F., et al. Effect of centrifugation in the maintenance of the motility of equine cooled spermatozoa at 5ºC until 72 hours. In XXI Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Tecnologia de Embriões, Costa do Sauípe, 2007. Acta Scientiae Veterinariae.Porto Alegre : UFRG, 2007. Resumo. Dispon?vel em: http://www.ufrgs.br/favet/revista.
  • RAPHAEL, C. F., et al. Effects of dietary supplementation with gamma-oryzanol on seminal characteristics of stallions. In Simpósio Internacional de Biologia e Reprodução Animal, Belo Horizonte, 2006. Animal Reproduction., 2006. Resumo.
  • RAPHAEL, C. F., et al. Influence of centrifugation in the plasma and acrosomal membranes integrity and mitochondrial membrane potential of equine cooled spermatozoa at 5ºC until 72 hs. In XXI Reunião da Sociedade Brasileira de Tecnologia de Embriões, Costa do Sauípe, 2007. Acta Scientiae Veterinariae.Porto Alegre : UFRG, 2007. Resumo. Dispon?vel em: http://www.ufrgs.br/favet/revista.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.