• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2013.tde-19072013-165512
Documento
Autor
Nome completo
Daniela Franco da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Pirassununga, 2013
Orientador
Banca examinadora
Arruda, Rubens Paes de (Presidente)
Celeghini, Eneiva Carla Carvalho
Oliveira, Letícia Zoccolaro
Título em português
Avaliação da função do óxido nítrico na capacitação do espermatozoide equino criopreservado
Palavras-chave em português
Azul de metileno
Capacitação
Espermatozoide
L-arginina
L-NAME
Óxido Nitrico
Resumo em português
A capacitação é um pré-requisito fisiológico importante para que a célula espermática fertilize o oócito. O óxido nítrico (NO) é sintetizado in vivo durante a conversão da L-arginina em L-citrulina por reações oxidativas catalisadas pela enzima óxido nítrico sintase (NOS) desempenhando um papel importante na regulação da motilidade e na capacitação dos espermatozoides. Estudos indicam que o NO é capaz de regular a concentração da AMP cíclico e, por conseguinte, através da atividade da adenil ciclase, estimular a capacitação espermática em várias espécies. O objetivo deste estudo foi avaliar a função do NO na capacitação de espermatozoides equinos criopreservados. Três ejaculados foram colhidos de três garanhões (n=9). O sêmen foi diluído em meio Botu-Crio® na concentração final de 200×106 células/mL, envasado em palhetas de 0,5 mL e criopreservado usando um sistema automatizado. Para cada análise, foram descongeladas quatro palhetas da mesma partida e do mesmo garanhão em banho-maria a 37oC/30 s. e em seguida, o sêmen foi submetido à centrifugação em meio FIV. Posteriormente, o sêmen foi incubado neste mesmo meio na presença de L-arginina, com ou sem inibidor da enzima óxido nítrico sintase o (L-NAME), e com ou sem o removedor de NO (azul de metileno) nos tratamentos: 1) C= (FIV); 2) A= L-arginina (10 mM); 3) L = L-NAME (1 mM); 4) M = azul de metileno (100 mM); 5) AL = L-arginina (10 mM) + L-NAME (1 mM); 6) AM = L-arginina (10 mM) + azul de metileno (100 mM). As amostras foram incubadas a 38oC e 5 % de CO2. Após a incubação realizou-se a análise computadorizada da motilidade do espermatozoide e as análises por citometria de fluxo. Para a análise computadorizada da motilidade espermática foram avaliados os tempos de incubação de 0, 60, 120 e 300 min. e para as análises por citometria de fluxo os tempos de 60, 120 e 300 min. Para avaliar a integridade das membranas plasmática e acrossomal usou-se a associação FITC-PSA e IP. Para a detecção da fosforilação do aminoácido tirosina, usou-se o anticorpo antifosfotirosina conjugado a uma fluoresceína (DAF-2). A fim de dosar a quantidade de NO produzido pelo espermatozoide equino criopreservado foi utilizada a sonda DAF e para avaliar a peroxidação lipídica da membrana espermática utilizou a sonda C11-BODIPY. A sonda H33342 foi usada com a finalidade de evitar que partículas do mesmo tamanho e granulosidade da célula espermática fossem incluídas na contagem das análises por citometria de fluxo. Os dados foram analisados por meio da ANOVA e a comparação das médias, dentro de cada tempo, pelo teste de Tukey, com o nível de significância de 5 %, usando o software SAS. A remoção do NO do meio de cultura inibiu a motilidade das células espermáticas em todos os tempos de incubação. A motilidade total e motilidade progressiva foram reduzidas nos grupos M e AM. Os espermatozoides incubados com o removedor do NO apresentaram maior porcentagem de células com membrana plasmática e acrossomal íntegras nos 60 e 120 minutos de incubação (p<0,05). A reação acrossomal foi induzida nos tratamentos que receberam L-arginina (A; AL). Dentro de cada tratamento, a quantidade de NO produzido pelo espermatozoide, a fosforilação do aminoácido tirosina e a peroxidação lipídica não apresentaram diferenças entre os tempos (p>0,05). Foi verificada uma redução destas variáveis nos grupos M e AM (p<0,05). Contudo, a dose de 1 mM de L-NAME, não foi suficiente para inibir a NOS em espermatozoides criopreservados de equinos. A remoção do NO mantém a integridade das membranas plasmática e acrossomal, entretanto inibe totalmente a motilidade espermática, sugerindo um papel benéfico do NO endógeno na manutenção da motilidade dos espermatozoides equinos criopreservados.
Título em inglês
Evaluation of the role of nitric oxide in capacitation of cryopreserved equine spermatozoa
Palavras-chave em inglês
Capacitation
L-arginine
L-NAME
Methylene blue
Nitric Oxide
Sperm
Resumo em inglês
Capacitation is an essential physiological prerequisite in order to sperm cell fertilize the oocyte. Nitric oxide (NO) is synthesized in vivo during the conversion of L-arginine in L-citruline by oxidative reactions catalyzed by nitric oxide synthase enzyme (NOS) and plays an important role in regulation of motility and in sperm capacitation. Studies indicated that NO is capable of regulating cAMP concentration and, therefore, by adenylyl cyclase, stimulate sperm capacitation in several species. The aim of this study was to evaluate the function of nitric oxide in cryopreserved equine sperm capacitation.Three ejaculates from three stallions were collected (n=9). Semen samples were diluted with Botu-Crio® extender to a final concentration of 200×106 sperms/mL, and then packaged in 0.5mL straws and cryopreserved using an automated freezing system. For each analysis, four straws from the same batch and the same stallion were thawed in a water bath at 37oC/30 s. washed by centrifugation in FIV medium. Thereafter, samples were incubated in FIV medium in the presence of L-arginine, with or without the inhibitor of nitric oxide sinthase (L-NAME), and with or without the scavenger of NO (Methylene blue) in the following treatments: 1) C = Control (FIV); 2) A = L-arginine 10 mM; 3) L = L-NAME 1mM; 4) M = Methylene blue 100 mM; 5) AL = L-arginine (10 mM) + L-NAME (1 mM); 6) AM = L-argine (10 mM) + Methylene blue (100 mM). The treatments were incubated at 38oC and CO2 at 5 %. After incubation, the computer-assisted sperm motility (CASA) and flow cytometry analyses were performed. For CASA analysis, the incubation times of 0, 60, 120 e 300 min. were evaluated and for flow cytometry analyses times 60, 120 e 300 min. were evaluated. Plasma and acrosomal membranes integrity were evaluated by FITC-PSA and PI association. In order to detect amino acid tyrosine phosphorylation, we used the anti-phosphotyrosine antibody conjugated to a fluorescein (DAF-2). In order to quantify the amount of nitric oxide produced by cryopreserved equine sperm, the fluorescent probe DAF was used, and to evaluate the lipid peroxidation of sperm membrane we used the probe BODIPY-C11. The probe H33342 was used in order to prevent that particles of the same size and granularity of sperm cell were included in the counting of flow cytometry analyses. Data were analyzed by ANOVA and comparison of means within each time by the Tukey test, at a significance level of 5%, using SAS software. Removing NO from the culture medium inhibited the motility of sperm cells at all incubation times. Total and progressive motilities were reduced in both groups, M and AM. Sperms incubated with the scavenger of NO had the highest percentage of cells with intact plasma and acrosomal membranes at 60 and 120 minutes of incubation (p <0.05). Acrosomal reaction was induced in treatments with L-arginine (A, AL). Within each treatment, the amount of NO produced by sperms, the level of amino acid tyrosine phosphorylation and lipid peroxidation had no differences between the times used (p> 0.05). A reduction of these variables in groups M and AM (p <0.05) was observed. However, a dose of 1 mM L-NAME was not sufficient to inhibit NOS in cryopreserved equine sperm. Removal of NO maintains plasma and acrosomal membranes integrity, however completely inhibits sperm motility, suggesting a beneficial role of endogenous NO in the maintenance of motility of cryopreserved equine spermatozoa.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-08-19
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • ARRUDA, R. P., et al. Aspects related to the technique and the utilization of sexed semen in vivo and in vitro. Animal Reproduction, 2012, vol. 9, p. 345-353.
  • ARRUDA, R. P., et al. Métodos de avaliação da morfologia e função espermática: momento atual e desafios futuros. Revista Brasileira de Reprodução Animal , 2011, vol. 35, p. 145-151.
  • ARRUDA, R. P., et al. Nutraceuticals in reproduction of bulls and stallions [doi:10.1590/S1516-35982010001300043]. Revista brasileira de zootecnia [online], 2010, vol. 39, p. 393-400.
  • ARRUDA, R. P., et al. Nutracêuticos na reprodução de garanhões. Revista Veterinária e Zootecnia em Minas, 2011, vol. 109, p. 49-51.
  • AFFONSO, F. J., et al. Efeitos de diluidores e tempo de equilíbrio sobre as características de motilidade, membranas espermáticas e fragmentação do DNA no sêmen de equino sexado pela técnica de citometria de fluxo. In IV Simpósio de Pesquisa e Pós Graduação do Departamento de Reprodução Animal, Pirassununga, 2012. IV Simpósio de Pesquisa e Pós Graduação do Departamento de Reprodução Animal da FMVZ/USP.., 2012. Resumo.
  • ALONSO, M. A., et al. Efeito da aplicação da hcG em diferentes dias do ciclo estral sobre o fluxo sanguíneo uterino e ovariano e tonus uterino e cervical. In IV Simpósio de Pesquisa e Pós Graduação do Departamento de Reprodução Animal, Pirassununga, 2012. IV Simpósio de Pesquisa e Pós Graduação do Departamento de Reprodução Animal da FMVZ/USP.., 2012. Resumo.
  • ALONSO, M. A., et al. Effect of hCG application in different days of estrous cycle on uterine and ovarian blood flow and uterine and cervical tone in mares. In 26th Annual Meeting of the Brazilian Embryo Technology Society - SBTE, Foz do Iguaçu-PR, 2012. Proceedings of the 26th Annual Meeting of the Brazilian Embryo Technology Society. : Brazilian College of Animal Reproduction, 2012. Abstract.
  • ANDRADE, A. F. C., et al. Avaliação da função do óxido nítrico na capacitação do espermatozóide equino criopreservado pelas análises por citometria. In III Simpósio de Pesquisa e Pós-Graduação do Departamento de Reprodução Animal, Pirassununga, 2010. Anais do III Simpósio de Pesquisa e Pós-Graduação do Departamento de Reprodução Animal., 2010. Resumo.
  • ARRUDA, R. P., et al. Nutracêuticos na reprodução de garanhões. In V Simpósio Internacional do Cavalo Atleta., Belo Horizonte, 2011. Revista Veterinária e Zootecnia em Minas (V&Z em Minas).., 2011.
  • CARDOSO, R. N. R., et al. Detecção, localização e identificação da enzima óxido nítrico sintase em espermatozóides de equinos. In III Simpósio de Pesquisa e Pós-Graduação do Departamento de Reprodução Animal, Pirassununga, 2010. Anais do III Simpósio de Pesquisa e Pós-Graduação do Departamento de Reprodução Animal., 2010. Resumo.
  • CARVALHO, H. F., et al. Efeitos de diluidores e curva de congelação sobre as características de motilidade, membranas espermáticas e fragmentação do DNA no sêmen de equino sexado pela técnica de citometria de fluxo. In IV Simpósio de Pesquisa e Pós Graduação do Departamento de Reprodução Animal, Pirassununga, 2012. IV Simpósio de Pesquisa e Pós Graduação do Departamento de Reprodução Animal da FMVZ/USP.., 2012. Resumo.
  • CARVALHO, H. F., et al. Effect of different L-arginine concentrations on motility patterns and hyperactivation in cryopreserved equine sperm. In 6th ISSR Abstracts, 2012. Journal of Equine Veterinary Science ., 2012. Resumo.
  • GALLEGO, A. M., et al. Avaliação das características de motilidade (CASA), morfologia e funcionalidade da membrana plasmática (HOST) de espermatozóides sexados por citometria de fluxo. In III Simpósio de Pesquisa e Pós-Graduação do Departamento de Reprodução Animal, Pirassununga, 2010. Anais do III Simpósio de Pesquisa e Pós-Graduação do Departamento de Reprodução Animal., 2010. Resumo.
  • GARDES, T. P., et al. Comparação da eficiência de meios para a capacitação dos espemratozóide através das análises por citometria de fluxo e computadorizada da motilidade. In III Simpósio de Pesquisa e Pós-Graduação do Departamento de Reprodução Animal, Pirassununga, 2010. Anais do III Simpósio de Pesquisa e Pós-Graduação do Departamento de Reprodução Animal., 2010. Resumo.
  • LEMES, K. M., et al. Avaliação da dinâmica ovariana, características uterinas, fluxo sanguíneo uterino e ovariano e concentrações plasmáticas de progesterona em éguas no período pós-parto. In IV Simpósio de Pesquisa e Pós Graduação do Departamento de Reprodução Animal, Pirassununga, 2012. IV Simpósio de Pesquisa e Pós Graduação do Departamento de Reprodução Animal., 2012. Resumo.
  • RODRIGUEZ, S. A. F., et al. Alterações da cromatina, estresse oxidativo, motilidade espermática (CASA) do sêmen equino refrigerado e sexado pela técnica de citometria de fluxo. In IV Simpósio de Pesquisa e Pós Graduação do Departamento de Reprodução Animal, Pirassununga, 2012. IV Simpósio de Pesquisa e Pós Graduação do Departamento de Reprodução Animal da FMVZ/USP.., 2012. Resumo.
  • SILVA, D. F., et al. Efeito da inibição da enzima óxido nítrico sintase (NOS) e da eliminação do óxido nítrico (NO) nos padrões da motilidade e integridade de membrana plasmática e acrossomal do espermatozoide equino criopreservado. In IV Simpósio de Pesquisa e Pós Graduação do Departamento de Reprodução Animal, Pirassununga, 2012. IV Simpósio de Pesquisa e Pós Graduação do Departamento de Reprodução Animal da FMVZ/USP.., 2012. Resumo.
  • SILVA, D. F., et al. Effect of nitric oxide enzyme (NOS) inhibition and nitric oxide (NO) elimination on motility patterns and plasma membrane integrity and acrossome reaction of cryopreserved equine sperm. In 26th Annual Meeting of the Brazilian Embryo Technology Society - SBTE, Foz do Iguaçu-PR, 2012. Proceedings of the 26th Annual Meeting of the Brazilian Embryo Technology Society. : Brazilian College of Animal Reproduction, 2012. Abstract.
  • SILVA, D. F., et al. Effect of nitric oxide inhibition (n-w-nitro-l-arginine methyl ester) and scavenger (methylene blue) on plasma membrane peroxidation of equine cryopreserved sperm. In Annual Conference of the International Embryo Transfer Society, Hanover, 2012. Proceedings of the 39th Annual Conference of the International Embryo Transfer Society. : Reproduction, Fertility and Development, 2012. Abstract.
  • SILVA, D. F., et al. Effect of nitric oxide synthase enzyme inhibition and a nitric oxide scavenger on tyrosine amino acid phosphorylation and acrosome reaction of cryopreserved equine sperm. In 6th ISSR Abstracts, 2012. Journal of Equine Veterinary Science ., 2012. Resumo.
  • TARRAGÓ, O. F. B., et al. Effects of shade availability in the pasture on reproductive traits of Nelore bulls (Bos indicus) raised in Southeastern region of Brazil. In III International Symposium on Animal Biology of Reproduction - ISABR, Águas de São Pedro, 2010. Animal Reproduction., 2010. Resumo.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.