• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2008.tde-18072008-152542
Documento
Autor
Nome completo
Vivian Ferreira da Silva
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Barnabe, Valquiria Hyppólito (Presidente)
Albuquerque, Ricardo de
Mangiaterra, Maria Barbara Baptista Cepellos Daruiz
Título em português
Níveis hormonais em avestruzes (Struthio camelus) machos e correlação com comportamento e características sexuais secundárias
Palavras-chave em português
Avestruzes (Struthio camelus)
Hormônios (análise)
Radioimunoensaio (técnica)
Resumo em português
O presente trabalho avaliou os níveis séricos de testosterona total e de corticosterona em avestruzes machos e os correlacionou com o comportamento (grau de agressividade e presença ou não de kantling) e as características sexuais secundárias (tamanho de bolsa fálica, tipo e intensidade da coloração de canela e bico) dentro e fora do período reprodutivo destas aves. Além disso, foi descrito o ciclo circadiano dos hormônios testosterona e corticosterona de dois avestruzes machos em reprodução. A técnica utilizada para a dosagem hormonal foi a radioimunoensaio, sendo validada a técnica para a espécie em questão. Durante o período de observações e coleta das amostras de soro das aves avaliadas ao longo da estação reprodutiva foi observada diferença estatística (p<0,05) para as variáveis coloração e níveis de testosterona sérica para os animais em reprodução quando comparados com os animais fora do período reprodutivo (3,96 + 0,11 vs. 3,06 + 0,36, 173,48 + 12,26 vs. 63,92 + 14,75ng/ml, respectivamente). Verificaram-se correlações entre grau de agressividade e tamanho de bolsa fálica dentro (r=0,18; p=0,04) e fora (r=0,38; p=0,03) da estação reprodutiva, coloração de bico e canela e tamanho de bolsa fálica em reprodução (r=0,67; p<0,0001) e fora da reprodução (r=0,68; p<0,0001), níveis séricos de testosterona total e tamanho de bolsa fálica em reprodução (r=0,43; p<0,0001) e fora da reprodução (r=0,51; p=0,0028), níveis séricos de testosterona total e coloração de canela e bico em reprodução (r=0,53; p<0,0001) e fora da reprodução (r=0,72; p<0,0001). Foi também observada correlação positiva para a variável kantling e grau de agressividade no período reprodutivo (r=0,29; p<0,0008), níveis séricos de testosterona total e de corticosterona no período reprodutivo (r=0,43; p<0,0015) e entre kantling e coloração de canela e bico no período não reprodutivo (r=0,36; p<0,04) para as aves estudadas. Na segunda parte do experimento 30 avestruzes machos foram classificados em três níveis (nível 1 - aves com maior bolsa fálica, maior grau de agressividade e coloração; nível 2 - aves com tamanho de bolsa fálica mediano, grau de agressividade e de coloração mediano; nível 3 - aves com tamanho de bolsa fálica menor, menor grau de agressividade e coloração menos intensa) e a produção total de ovos, ovos férteis, ovos inférteis, ovos contaminados, ovos com morte embrionária e total de filhotes nascidos vivos de cada grupo foi analisado estatisticamente, observando-se que as aves pertencentes ao nível 1 obtiveram os melhores índices para as variáveis de produção total de ovos, ovos férteis e total de filhotes nascidos vivos em relação as aves pertencentes ao nível 3. Os resultados do presente experimento descrevem a existência da relação entre os níveis séricos de testosterona e as características sexuais de avestruzes, tais como tamanho de bolsa fálica e grau de coloração, além de descrever a existência de uma relação entre as características sexuais reprodutivas e comportamentais de avestruzes machos e alguns dos seus índices de produção.
Título em inglês
Hormonal levels and its correlation with behavior and sexual characteristics in male ostriches (Struthio camelus)
Palavras-chave em inglês
Hormone (analisys)
Ostrich (Struthio camelus)
Radioimmuneassay (tecnic)
Resumo em inglês
The present study evaluated the levels of total serum testosterone and corticosterone in male ostriches and to correlate those values with the behavioral (degree of aggressiveness and presence or not of kantling) and the secondary sexual characteristics (cloacal size, type and intensity of the color of the peak and cinnamon) during the reproductive and non-reproductive seasons of these birds. Moreover, the circadian cycle of the hormones testosterone and corticosterone of two male ostriches in reproduction was described. The technique used for the hormonal assay was the radioimmunoassay, which was validated for the specie. During the period of observations and serum samples collection, differences (p<0,05) were found on color and serum levels of testosterone when comparing the reproductive and non-reproductive seasons (3.96 ± 0.11 vs. 3.06 ± 0.36 and 173.48 ± 12.26 vs. 63.92 ± 14.75, respectively). Correlations were found between aggressiveness and cloacal size during the reproductive (r=0.18; p=0.04) and non-reproductive (r=0.38; p=0.03) seasons, coloration of peak and cinnamon and cloacal size during the reproductive (r=0.67; p<0.0001) and non-reproductive seasons (r=0.68; p<0.0001), levels of total serum testosterone and cloacal size during the reproductive (r=0.43; p<0.0001) and non-reproductive season (r=0.51; p=0.0028), serum levels of testosterone and coloration of cinnamon and peak during the reproductive (r=0.53; p<0.0001) and non-reproductive (r=0.72; p<0.0001). Also positive correlations were observed between kantling and aggressiveness in the reproductive period (r=0.29; p<0.0008), serum level of testosterone and corticosterone in the reproductive period (r=0.43; p<0.0015) and between kantling and color of cinnamon and peak in the non-reproductive period (r=0.36; p<0.04) for the ostriches of the experiment. In the second part of the experiment 30 male ostriches were classified in three levels (level 1 - birds with bigger cloacal size, bigger degree of aggressiveness and coloration; level 2 - birds with medium cloacal size, medium degree of aggressiveness and coloration; level 3 - birds with smaller cloacal size, smaller degree of aggressiveness and less intense coloration) and the total production of eggs, fertile eggs, infertile eggs, contaminated eggs, eggs with embryonic death and total living chicks. Birds from level 1 showed the best indexes for total egg production, fertile eggs and total living chicks in comparative to the birds of the level 3. The results of the present experiment indicated the existence of a relation between the serum levels of testosterone and the sexual characteristics of ostriches, such as cloacal size and degree of coloration, beyond describing the existence of a relation between the secondary sexual characteristics and behavior of male ostriches and some of its indices of production.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-08-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.