• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2003.tde-14062004-114313
Documento
Autor
Nome completo
Marcilio Nichi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Barnabe, Renato Campanarut (Presidente)
Cedenho, Agnaldo Pereira
Züge, Roberta Mara
Título em português
Sistemas de proteção enzimática e níveis de peroxidação espontânea dos lipídios seminais de touros zebuínos e taurinos criados a campo na região de Dourados, MS
Palavras-chave em português
antioxidantes
bovinos
estresse
radicais livres
sêmen animal
Resumo em português
A resistência de bovinos Bos taurus taurus a ambientes tropicais é menor quando comparada com a de Bos taurus indicus. Essa característica influencia os aspectos reprodutivos e vem sendo amplamente descrita na literatura. No que diz respeito aos touros, esta influência torna-se ainda mais significativa, visto que uma menor fertilidade destes impõe enorme impacto na produção animal. Vários são os estudos que comprovam o efeito negativo do estresse térmico sobre os parâmetros seminais de touros europeus provocando diminuição da fertilidade, porém a patogenia deste quadro não está confirmada. Uma hipótese para esta menor fertilidade seria um maior nível de estresse oxidativo nos touros europeus, no qual haveria um desequilíbrio entre a produção de espécies reativas ao oxigênio (EROs) e os níveis de proteção antioxidante. Para testar esta hipótese, foram utilizados 20 touros Simental (Bos taurus taurus) e 20 touros Nelore (Bos taurus indicus), criados a campo, na região de Dourados, Mato Grosso do Sul, submetidos a duas coletas anuais, durante o verão e inverno, no período de dois anos consecutivos. As amostras foram analisadas através da análise espermática padrão, dos níveis das enzimas antioxidantes, catalase e superóxido dismutase (SOD), e dos níveis de malondialdeído (MDA), produto da peroxidação lipídica, que foi utilizado como índice de estresse oxidativo. Os dados foram analisados pela análise de variância ONEWAY, levando em conta as classes raça (Nelore e Simental) e estação do ano (verão e inverno), através do programa SAS for Windows. As variáveis defeitos menores, defeitos totais e motilidade não apresentaram diferenças quanto a raça ou estação do ano. Observou-se efeito de estação do ano sobre as variáveis defeitos maiores (20,32±15,30% e 12,17±12,27%, verão e inverno respectivamente; p=0,02) e MDA (842,66±527,98 e 419,30±434,14 ng/ml, verão e inverno respectivamente; p=0,006), apenas no sêmen dos touros de raça Simental. As concentrações das enzimas antioxidantes SOD e catalase, não diferiram entre as raças e tampouco entre as estações do ano. Observou-se correlação entre MDA e formas anormais de cabeça (r=0,39, p=0,0035) e entre SOD e defeitos primários (r= - 0,31, p=0,0075). Os resultados obtidos sugerem que houve um maior nível de estresse oxidativo nos animais de origem européia criados a campo em clima tropical em relação aos animais de origem indiana, provavelmente relacionado a uma produção excessiva de EROs sem a devida compensação antioxidante.
Título em inglês
Enzimatic protection systems and spontaneous lipid peroxidation levels in semen of Indian and European bulls kept under extensive breeding in the Dourados region, in Mato Grosso do Sul State
Palavras-chave em inglês
antioxidants
bovine
free radical
semen
stress
Resumo em inglês
Resistance to tropical environments is lower in Bos taurus taurus than in Bos taurus indicus cattle. This trait influences reproductive aspects, and is greatly discussed in publications worldwide. This negative influence is much more significant in bulls, since lower fertility in them highly impacts animal production. There are many studies demonstrating that exposure of European bulls to heat stress will negatively affect their seminal parameters, leading ultimately to lower fertility rates, but the pathogenic pathway has not been clarified. One hypothesis is that this lower fertility is due to higher levels of oxidative damage in these bulls, in which there would be an imbalance between reactive oxygen species (ROS) production and antioxidant capacity. In order to test this hypothesis, 20 Simmental bulls (Bos taurus taurus) and 20 Nelore bulls (Bos taurus indicus) kept under extensive breeding in the Dourados region, in Mato Grosso do Sul state were used. Semen collection occurred twice a year, during summer and winter, for a two year period. Samples were submitted to standard semen analysis and the levels of the antioxidant enzymes catalase and superoxide dismutase (SOD) dismutase were measured. To evaluate oxidative damage to the cells the levels of the lipid peroxidation product malondialdehyde (MDA) were measured. Data were analyzed for breed (Nelore or Simmental) and season (summer or winter) by the ONEWAY analysis of variance, using the SAS for Windows. Minor defects, total defects and motility did not differ in breed or in season. Season showed an effect on major defects (20.32±15.30% and 12.17±12.27%, summer and winter respectively; p=0.02) and MDA (842.66±527.98 and 419.30±434.14 ng/mL, summer and winter respectively; p=0.006), only in the Simmental animals. SOD and catalase levels did not differ between breeds or seasons. Correlations were observed between MDA and sperm head defects (r=0.39, p=0.0035) and between SOD and primary defects (r= -0.31, p=0.0075). Results suggest a higher level of oxidative stress in European bulls raised in field conditions, when compared to Indian bulls under the same conditions, and this is probably due to a higher ROS production, without a concomitant increase in antioxidant levels.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
marcilionichi.pdf (1.51 Mbytes)
Data de Publicação
2004-09-02
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • NICHI, M., et al. Seasonal variation in semen quality in Bos indicus and Bos taurus bulls raised under tropical condit [doi:10.1016/j.theriogenology.2006.01.056]. Theriogenology [online], 2006, vol. 66, n. 4, p. 822-828.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.