• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.10.2008.tde-09042008-140230
Documento
Autor
Nome completo
Maria Paula Beltran
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Nogueira, Guilherme de Paula (Presidente)
Fernandes, Raquel Helena Rocha
Madureira, Ed Hoffmann
Oba, Eunice
Silva, Luis Felipe Prada e
Título em português
Possíveis efeitos da leptina e IGF-I plasmáticos sobre a puberdade e a precocidade sexual de novilhas Nelore (Bos taurus indicus)
Palavras-chave em português
IGF-I
Leptina
Novilhas Nelore
Precocidade
Puberdade
Resumo em português
Foram avaliadas as concentrações plasmáticas de leptina e IGF-I do 8° ao 16° mês de idade de 36 novilhas Nelore e comparadas com a idade à primeira ovulação e precocidade sexual. Para a quantificação da leptina, foi validado um radioimunoensaio (RIA) utilizando anticorpo produzido contra leptina recombinante eqüina após inoculação em coelho. A especificidade, estabilidade, taxa de recuperação e efeito matriz indicaram que o ensaio foi adequado para a quantificação de leptina plasmática bovina. O IGF-I foi quantificado por Kit comercial (DSL). As amostras de sangue foram colhidas em intervalos de 4 dias e avaliadas nos 60 dias retrospectivos à primeira ovulação e de amostras mensais do 8° ao 16° mês de idade. A maioria das novilhas (83,3%) ovulou até o final do experimento e foram divididas em prenhes até os 16 meses de idade (33,3%), formando o grupo precoce (P), e não prenhes (50%), formando o grupo Não Precoce (NP) 16,7% das novilhas não ovularam (chamadas de NO) até o final do experimento. Não houve diferença (P > 0,05) na idade à primeira ovulação entre os grupos P (439±27,9 dias) e NP (445±36,8 dias). O peso aumentou (P < 0,01) nos 3 grupos, não diferiu (P > 0,05) entre as novilhas P e NP durante o experimento, mas as NO apresentaram peso inferior aos outros grupos a partir do 12°mês (P < 0,01). Nos 60 dias que antecederam a primeira ovulação, a concentração de leptina plasmática aumentou (P < 0,01) no grupo P, mas não nos grupos NP e NO (P > 0,5), porém não houve diferença entre os grupos (P > 0,5). Houve correlação entre a concentração de leptina plasmática e o peso corporal nos grupos P (r=0,36; P < 0,01) e NP (r=0,4313; P < 0,01), mas não no grupo NO (r=0,095; P > 0,5). A concentração plasmática de IGF-I aumentou (P < 0,01) nos 3 grupos do 8° ao 16° mês de idade, mas foi maior no grupo P (P < 0,01) do que nos NP e NO, que não diferiram entre si. Antes da primeira ovulação, não foi verificado aumento (P > 0,1) na concentração de IGF-I em nenhum dos grupos, porém a concentração foi maior no grupo P (P < 0,05). Pode-se concluir que a concentração de leptina, junto com o peso corporal foram importantes na primeira ovulação, enquanto o IGF-I, na determinação da precocidade sexual.
Título em inglês
Possible effects of plasmatic leptin and IGF-I on puberty and sexual precocity of Nelore heifers (Bos taurus indicus)
Palavras-chave em inglês
IGF-I
Leptin
Nelore heifers
Precocity
Puberty
Resumo em inglês
Plasmatic leptin and IGF-I were quantified from 36 Nelore heifers, and compared to age at first ovulation and sexual precocity. For leptin quantification, a radioimmunoassay, using antibody against recombinant equine leptin inoculated in rabbit was validated. The specificity, stability, recuperation tax and matrix effect showed that the assay was able to quantify for plasmatic bovine leptin quantification. The IGF-I was quantified with a commercial Kit (DSL). Blood samples were taken every 4 days and analyzed retrospectively 60 days before first ovulation and from mensal samples from 8th to 16th month of age. Most of the heifers ovulated (83.3%) until the end of experiment, those were divided in heifers that became pregnant until the 16° month of age (33.3%), named Precocious group (P), 50% that did not became pregnant were the non precocious group (NP) 16% of the heifers did not ovulated and were named NO. There was no difference (P > 0.05) in the first ovulation age between P (439±27.9 days) and NP (445±36.8 days) groups. The weight of the 3 groups increased (P < 0.01), but did not differ (P > 0.05) between P and NP heifers but NO showed lower weight (P < 0.01) after the 12th month (P < 0.01). Sixty days before first ovulation, plasmatic leptin concentration increased (P < 0.01) in P group, but did not in NP or NO (P > 0.5), and there were no difference between groups. (P > 0.5). There was correlation between plasmatic leptin and body weight in P (r=0.36; P < 0.01) and NP (r=0.4313; P < 0.01), but did not in NO group (r=0.095; P > 0.5). Plasmatic IGF-I concentration increased (P < 0.01) in the 3 groups, from 8th to 16th month of age, but was higher in P (P < 0.01) than NP and NO, that did not differ among themselves. Before first ovulation there was, no increase (P > 0.1) in IGF-I in none of groups, but concentration was higher in P (P < 0.05) group. It could be concluded that leptin concentration as well as body weight were important in first ovulation, while IGF-I, in the sexual precocity determination.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-04-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.