• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.10.2008.tde-08092008-085706
Documento
Autor
Nome completo
Guilherme Costa de Oliveira e Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Guimarães, Marcelo Alcindo de Barros Vaz (Presidente)
Mangiaterra, Maria Barbara Baptista Cepellos Daruiz
Oliveira, Claudio Alvarenga de
Título em português
Estudo do perfil sérico dos hormônios esteróides (estradiol e progesterona) e do comportamento reprodutivo de fêmeas jovens de avestruz (Struthio camelus) criadas no Brasil
Palavras-chave em português
Avestruz
Comportamento reprodutivo
Estradiol
Progesterona
Struthio camelus
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi estudar os níveis séricos dos hormônios esteróides (estradiol e progesterona) e analisar as possíveis relações destes com o desenvolvimento do comportamento reprodutivo em fêmeas jovens de avestruzes (Struthio camelus) durante a maturação sexual. No primeiro experimento, duas fêmeas jovens foram avaliadas, três vezes por semana, através de colheitas de sangue para dosagem de estradiol e progesterona e de observações para avaliação do comportamento reprodutivo. No segundo experimento, 20 fêmeas jovens foram selecionadas de acordo com a intensidade de comportamento reprodutivo e tiveram seu comportamento reprodutivo monitorado semanalmente. Foram realizadas colheitas de sangue semanais nos mesmos dias das observações comportamentais. No primeiro experimento, através da comparação das médias dos valores de estradiol nas fases de presença (CCOMP) ou ausência de comportamento reprodutivo (SCOMP), verificou-se uma igualdade entre as médias nas duas fêmeas estudadas e não foi verificada correlação entre os níveis séricos de estradiol e o comportamento reprodutivo. No segundo experimento, a comparação das médias de estradiol entre as amostras dos animais SCOMP e CCOMP apresentou diferença significativa. A comparação das médias entre as 4 categorias comportamentais estabelecidas - sem comportamento (SCOMP), com baixo comportamento (COMPBX), com alto comportamento sem aceitação de cópula (COMPALTSACC), com alto comportamento com aceitação de cópula (COMPALTCACC) - demonstraram haver diferença significativa entre os valores de estradiol encontrados, também sendo verificada correlação entre as 4 categorias e os níveis médios de estradiol (r = 0,64). Para a progesterona, no primeiro experimento, os valores médios foram significativamente maiores nas amostras SCOMP do que nas CCOMP, sendo que a progesterona apresentou uma correlação negativa com a intensidade do comportamento reprodutivo nas duas fêmeas (r = -0,54 e r = -0,33). No segundo experimento, os valores médios de progesterona foram significativamente maiores nas amostras CCOMP do que nas amostras SCOMP. As médias de progesterona das 4 categorias comportamentais apresentaram diferenças significativas e houve correlação positiva (r = 0,43) dos níveis de progesterona com as 4 categorias comportamentais. Os resultados sugerem que exista uma relação entre os níveis de estradiol e progesterona e a modulação da intensidade de comportamentos reprodutivos, mas não necessariamente entre estes níveis hormonais e a iniciação destes comportamentos e que os perfis séricos de estradiol e progesterona em fêmeas de avestruz na fase de maturação sexual apresentam semelhanças com outras espécies de aves.
Título em inglês
Study of the steroids hormones profiles (estradiol and progesterone) and the reproductive behavior of young female ostriches (Struthio camelus) farmed in Brazi
Palavras-chave em inglês
Estradiol
Ostriches
Progesterone
Reproductive behavior
Struthio camelus
Resumo em inglês
The purpose of this work was to study the serum levels of estradiol and progesterone and analyze their relationship with the development of the reproductive behavior in young female ostriches (Struthio camelus) during sexual maturity. The first experiment studied two young females, through blood samples, three times a week, for measurement of estradiol and progesterone and was performed behavioral observations at the same time. In the second experiment, twenty young female ostriches had their reproductive behavior monitored weekly and blood samples were collected for hormone assays in the same days of the observations. The results of the first experiment showed no differences between the mean of estradiol levels in the two phases, with and without reproductive behavior. In the same way there were no correlations between estradiol levels and frequency of behaviors. In the second experiment, there were significant differences between the mean of estradiol levels with and without reproductive behavior. When it was considered four categories of behavior (without behavior, low behavior, high behavior and no copulation posture, and high behavior and copulation posture display), the mean estradiol levels showed significant differences. There was positive correlation between the categories and the estradiol levels (r = 0,64). Regarding progesterone, the first experiment, demonstrated significantly higher hormonal levels in the absence than in the presence of reproductive behavior and a negative correlation between the occurrence of behaviors and the hormonal levels for both females (r = -0,54 and r = -0,33). In the second experiment, the means of progesterone levels were significantly higher in the phase with behavioral displays than with none. For the four behavioral categories, the means of progesterone levels differed significantly and showed a positive correlation (r = 0,43) with the reproductive behavior. The results suggest that there is a relationship between estradiol and progesterone levels and the occurence of the reproductive behavior, but not necessarily between these hormone levels and the initiation of the process. The hormonal levels of estradiol and progesterone found in ostriches were similar to some domestic avian species.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-10-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.